sexta-feira, 21 de julho de 2017

Pro Cultura-Esporte terá mais de 500 mil reais para projetos


O valor destinado pela Prefeitura de Feira de Santana, por meio de renúncia fiscal, aos projetos aprovados no programa Pro Cultura/Esporte, em 2017, é de R$ 513.234,00. Está aberto o período de  inscrição de projetos, até 18 de agosto. Poderão se inscrever pessoa física e pessoa jurídica. As análises e emissões de pareceres vão acontecer entre os dias 28 de agosto e 9 de setembro e a emissão dos certificados está marcada para acontecer de 2 a 13 de outubro.
Empresas podem participar do programa descontando de valores devidos ao Município referentes a IPTU e ISS, inclusive o que estiver inscrito na Dívida Ativa. O valor do financiamento é limitado em 20% do montante da dívida.

As três cadelas que estão reflorestando bosques destruídos pelo fogo no Chile



Os nomes delas são Das, Summer e Olivia. E sua função é nobre: ajudar a replantar árvores em bosques do Chile que foram destruídos por incêndios florestais no início do ano.

Cadelas da raça border collie, elas enfrentam uma tarefa difícil. Carregando uma bolsa, percorrem quilômetros de áreas devastadas pelo fogo e espalham semestes para tentar fazer ressurgir as plantas.

O fogo consumiu 467 mil hectares de terra na região de El Maule, área central do Chile. Os incêndios deixaram onze mortos e milhares de pessoas desabrigadas. Segundo o Ministério da Fazenda do país, houve um prejuízo de US$ 330 milhões (R$ 1 bilhão).

quinta-feira, 20 de julho de 2017

A curiosa origem dos símbolos matemáticos +, - e =



 Vamos brincar.

1. Escolha um número de quatro dígitos em que pelo menos dois sejam distintos (zeros também podem ser usados).

2. Organize-o em forma ascendente e depois em ordem decrescente.

3. Subtraia o número menor do número maior.

4. Repita.
No máximo em sete operações, sempre se chegará ao número 6174, um processo conhecido como constante de Kaprekar - homenagem a seu descobridor, o matemático indiano Dattathreya Ramchandra Kaprekar (1905-1986).
Use, por exemplo, a combinação 1234.
4321 - 1234 = 3087; então, 8730 - 0378 = 8352; e agora, 8532 - 2358 = 6174.
Mesmo o próprio número 6174 não foge à regra.
7641 - 1467 = 6174.
Interessante, mas provavelmente o que as pessoas menos pensam é nos símbolos matemáticos usados, "-" ou "=".
Junto ao de adição ("+"), eles têm uma história interessante.

Premiado em Brasília projeto feirense para mãe de bebê com microcefalia


Premiado em Brasília, pelo 33º Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, o projeto feirense “Aconchego: Compartilhando Emoções e Experiências”, destinado às mães que durante a gestação contraíram a zika vírus e, supostamente por essa razão, deram à luz bebês com microcefalia. Executado pela Secretaria Municipal de Saúde, o projeto é desenvolvido em encontros realizados no auditório Dr. João Batista de Cerqueira. Atualmente, 56 mães estão envolvidas.
Essas mães trocam experiências, assistem a palestras com psicólogos e podem se informar da assistência e dos locais onde podem buscar atendimentos de saúde. O trabalho começou desde os primeiros casos diagnosticados de microcefalia associados com a Zika Vírus, no município.

Dia do amigo


Você sabe a origem do Dia do Amigo?

Fomos buscar informações e descobrimos o seguinte: 
Durante o século XX, foram criadas várias iniciativas para a celebração de um Dia da Amizade em distintas partes do Mundo. Nos Estados Unidos e em partes da Ásia divulgou-se o primeiro domingo de agosto como o dia de entrega de cartões e presentes entre amigos, e celebrações similares se formaram em distintos países da América do Sul e Europa em diferentes datas.
A iniciativa para o estabelecimento de um Dia do Amigo reconhecido internacionalmente teve como antecedente histórico a Cruzada Mundial da Amizade, que foi uma campanha em favor da valorização e realce da amizade entre os seres humanos, de forma a fomentar a cultura da paz. Foi idealizada pelo médico Ramón Artemio Bracho em Puerto Pinasco, Paraguai em 1958. A partir desta ideia, se fixou o 20 de julho como Dia da Amizade.

terça-feira, 18 de julho de 2017

De Raquel Dodge a Cármen Lúcia: o que 4 mulheres no topo representam para a Justiça



Em setembro, quando Raquel Dodge assumir o cargo de procuradora-geral da República, para o qual foi aprovada no Senado na última semana, o Brasil passará a ter, pela primeira vez, quatro mulheres no comando das principais instituições jurídicas nacionais. Dodge se juntará a Cármen Lúcia, que preside o Supremo Tribunal Federal, Laurita Vaz, líder do Superior Tribunal de Justiça, e Grace Mendonça, primeira mulher a assumir o comando da Advocacia-Geral da União (AGU).

O que isso significa na prática para a Justiça brasileira - e para as mulheres que trabalham no sistema judiciário?

As carreiras jurídicas têm cada vez mais representantes do sexo feminino. Nos últimos anos, por exemplo, o número de mulheres inscritas em grande parte das seccionais da OAB tem superado o de homens.

O problema, para alguns analistas, é que, em sua maioria, elas permanecem na base da pirâmide, e não em posições de comando - emulando outros setores da economia. Assim, Cármen, Laurita, Raquel e Grace seriam apenas notáveis exceções.

Definido calendário de audiências públicas para a Lei Orçamentária 2018

Começam em agosto, logo no dia 1º, as audiências públicas para elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) de Feira de Santana, exercício 2018. O objetivo dos encontros, previstos para várias comunidades do município, é ouvir a sociedade civil, para que possa debater e apresentar propostas visando a articulação da importante lei. O calendário das audiências prevê que a última delas acontece dia 7 de agosto.
Captadas as informações e sugestões dos diversos segmentos da sociedade, os técnicos da Secretaria de Planejamento vão se debruçar na elaboração do projeto a ser encaminhado à Câmara de Vereadores. É na Lei Orçamentária Anual que o governo municipal define as prioridades contidas no PPA (Plano Plurianual) e as metas que deverão ser atingidas no exercício de referência.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Ter menos filhos é ação mais eficaz contra aquecimento global, diz estudo



Um estudo publicado neste mês na Suécia prega que ter menos filhos é a ação que pode ter mais impacto no combate às mudanças climáticas.
Mas os pesquisadores da Universidade Lund recomendam tal controle da natalidade apenas em países desenvolvidos, usando como argumento o fato de que nações como os EUA, por exemplo, são responsáveis pelas maiores emissões de carbono na atmosfera (16 toneladas por ano de CO2 per capita) e, por isso, teriam que fazer cortes mais drásticos para atingir "níveis seguros de emissões".
De acordo com os termos do Acordo Climático de Paris, assinado em 2015, 195 países se comprometem a limitar a média global de aumento da temperatura em menos de dois graus Celsius.

Rock movimenta o Mercado de Arte Popular


O palco do MAP (Mercado de Arte Popular) foi ocupado por bandas e roqueiros de todas as idades, sábado, 15, quando comemoraram o Dia Mundial do Rock (a data é festejada em 13 de julho). O evento foi animado por cinco bandas: Vilões de Brinquedo, Gaiola de Vidro, Papo Reto, Backing to the Classic e Tripulação XIV, todas underground.
“Fãs do rock de todas as idades pintaram o MAP de preto”, afirmou Narjara Santana, que organizou o evento. “O bate-cabeça foi geral”. É o tipo de dança que balança a cabeça para frente e para trás.

domingo, 16 de julho de 2017

Notícia boa: vai ter mutirão; notícia ruim: vai ter mutirão

O governo do estado está anunciando um mutirão de cirurgias gerais e ortopédicas. Ótima notícia. Sinal que centenas de pessoas terão aliviado seu sofrimento, sua angústia, sua espera indefinida, que causa prejuízos e agravos emocionais, físícos,  e, boa parte das vezes, de provisão do lar. 
O governo do estado está anunciando um mutirão de cirurgias gerais e ortopédicas. Péssima notícia. O mutirão só acontece quando se chegou a acúmulo tal que a situação está insustentável, em sinal claro, evidente, óbvio, que a saúde pública- estadual e municipal-  está falhando miseravelmente, pois, não foi capaz de resolver no tempo e no momento adequado a demanda dos doentes, como se intervenções de saúde pudessem ser adiadas sem sofrimento ou risco.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Praça Padre Ovídio ganha, nesta sexta-feira, base fixa da Guarda Municipal


A praça Padre Ovídio, ao lado da Catedral de Senhora Santana, ganha a primeira base fixa da Guarda Municipal de Feira de Santana. O equipamento passa a funcionar nesta sexta-feira, 14,  para reforçar a segurança nesta região da cidade.
O ato de entrega da base à comunidade será às 14h e contará com as presenças do prefeito José Ronaldo e do secretário de Prevenção a Violência e Promoção dos Direitos Humanos, Pablo Roberto.
O secretário informa que a implantação da base na praça Padre Ovídio faz parte de um cronograma de ações de reestruturação que estão sendo desenvolvidas visando aproximar ainda mais a Guarda Municipal da população  feirense.

Jerry Adriani, o filho do rock’n’roll



 Nesta data, 13 de julho, comemora-se o dia mundial do Rock. No Brasil o rock começa na década de 1950, mas apenas com força em 1970. A primeira gravação do rock foi com Nora Ney e mais tarde, escrito por Miguel Gustavo, o primeiro rock foi gravado por Gauby Peixoto. Na década de 1960 surge um dos maiores cantores do rock e posterior da Musica Popular Brasileira, Roberto Carlos, que teve os sucessos Splish Splash" e "Parei na Contramão". No ano seguinte, obteve mais sucessos como "É Proibido Fumar" (mais tarde regravada pelo Skank) e "O Calhambeque".

Aproveitando o sucesso, a Rede Record lançou o programa Jovem Guarda, apresentado por Roberto ("Rei"), seu amigo/parceiro Erasmo Carlos ("Tremendão") e Wanderléa ("Ternurinha"). Só nas primeiras semanas, atingira 90% da audiência.  

Paralelo ao programa Jovem Guarda, Jerry Adriani apresentava o Excelsior a Go Go, da TV Excelsior e a Grande Parada na TV Tupy. (1967/1968). Jerry também aproveitou de sua fama para dar apoio a novos artistas. Ele, por exemplo, foi um dos primeiros a incentivar um então pouco conhecido Raul Seixas. Raulzito e os Panteras atuaram como banda de apoio de Jerry por três anos. O cantor gravou músicas de Raul (“Tudo que é bom dura pouco”, “Tarde demais” e “Doce doce amor”) e foi produzido pelo maluco beleza entre 1969 e 1971.

13 de julho é o Dia 'Mundial' do Rock, mas só no Brasil


 Você sabia que hoje, dia 13 de julho, é celebrado o Dia Mundial do Rock? E você também sabia que, curiosamente, essa data não tem nada de “mundial”, já que ela é comemorada — até onde se sabe — apenas aqui no Brasil?
Pois é caro, leitor, o Dia Mundial do Rock só é lembrado no nosso país e, segundo diversas fontes, a data comemorativa teve origem graças ao icônico megaconcerto beneficente Live Aid que aconteceu no dia 13 de julho de 1985 — ou seja, há exatos 30 anos.
O evento foi organizado pelo músico irlandês Bob Geldof e o escocês Midge Ure para arrecadar doações para famílias pobres da Etiópia, e reuniu algumas das bandas e nomes mais importantes do rock internacional, como Queen, U2, The Who, Led Zeppelin, Black Sabbath, Dire Straits, David Bowie, Paul McCartney, Eric Clapton, Phil Collins, Elton John, Mick Jagger e BB King — para citar alguns.

terça-feira, 11 de julho de 2017

Fórum promove Roda de Conversa sobre o Conselho Municipal de Cultura



O Fórum Permanente de Cultura de Feira de Santana promove nesta quarta-feira (12), a partir das 19 horas, no Museu de Arte Contemporânea (Mac) uma Roda de Conversa com o tema Conselho Municipal de Cultura – Conferência e Participação Social.

Produtores, artistas, ativistas culturais, divulgadores, fazedores de cultura em geral e pessoas que se interessem pelos assuntos em destaque são convidadas a participar deste momento.

Ainda este mês, no dia 22, será eleita a nova composição do Conselho Municipal de Cultura e a Roda de Conversa desta semana representa uma oportunidade importante para que as questões relativas ao funcionamento deste colegiado e os critérios de participação sejam debatidos pelos presentes.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

5 previsões feitas por Bill Gates em 1999 que são realidade hoje



  A genialidade do americano Bill Gates não é apenas reconhecida pela criação da gigante de tecnologia Microsoft.

Em 1999, o bilionário publicou um livro em que fez previsões que de fato são realidade hoje em dia. Em "Business @ the Speed of Thought" ("Negócios na velocidade do pensamento", em tradução livre), Gates orienta empresas sobre a melhor forma de usar a tecnologia para catapultar seus negócios no século 21.

Para isso, cita avanços que a Internet permitiria concretizar nos anos seguintes ─ e como eles mudariam a vida das pessoas.

Confira algumas de suas "profecias":

Cultura fervilha com Bando Anunciador


Antes mesmo do raiar do dia, grupos culturais de diversas cidades baianas começaram a chegar, anunciados com espocar de fogos e muito batuque.
Dos tradicionais filmes em quadrinhos de Hanna Barbera ao folclore das lendas e das telas de cinema à cultura regional, dos orixás aos personagens de rua que fazem ou fizeram parte de nossas estórias, tudo é cultura que fervilha no centro comercial, neste domingo, 9, com o tradicional desfile do Bando Anunciador.
O resgate da cultura trazendo à tona as manifestações de grupos organizados de diversas cidades ou mesmo a critério da imaginação de cada um, seja de forma coletiva ou individual, torna o Bando Anunciador, banido durante longos anos, ainda único e cada vez mais forte, como na época em que anunciava as comemorações da festa de Santana, padroeira de Feira de Santana.

sábado, 8 de julho de 2017

Bando Anunciador: Antigos erros podem levar a nova extinção



                 Acompanhei com entusiasmo o resgate do Bando Anunciador da Festa de Santana por parte da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Acredito em um povo que preserva seus usos e costumes, suas principais tradições. Nasci e morei na Praça da Matriz (hoje, Monsenhor Renato Galvão) e participei dos bandos anunciadores e das Lavagens da Igreja e Levagem da Lenha, eventos que compunham os festejos da Padroeira Senhora Santana. Fiquei triste e até aborrecido quando o Bispo de então, D. Silvério Albuquerque, em acordo com o Prefeito José Falcão, extinguiram a parte profana da Festa.

            Mais tarde, entendi e concordei que, do jeito que estava, não havia como continuar. O Bando, ou melhor, bandos, pois eram formados nas comunidades e se uniam na praça, formando um grande cortejo, eram de iniciativa espontânea da população, e tinham como objetivo alertar os fiéis para a proximidade da Festa da Padroeira. As pessoas, fantasiadas ou não, algumas levando instrumentos, percorriam as ruas dos seus bairros e se dirigiam à Praça, para sair em cortejo pelas ruas do centro com muita animação, algazarra e bom humor.

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Bando Anunciador ganha as ruas neste domingo (9)


O Bando Anunciador de Sant’Ana, uma tradição retomada em 2007, através do Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA) da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), como parte dos festejos em homenagem à padroeira de Feira, vem se caracterizando pela espontaneidade dos participantes que acolheram a proposta do resgate histórico e cultural do evento.
O cortejo terá início às 7 horas, em frente ao Cuca, na rua Conselheiro Franco, com a alvorada de fogos. De lá seguirá até a Igreja dos Remédios, passará por trechos das avenidas Senhor dos Passos e Getúlio Vargas, da rua Marechal Deodoro e Beco de Sant'Ana. De acordo com o Reitor, Evandro Nascimento, "o bando faz parte da história de Feira, é uma tradição popular que merece ser preservada".

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Entre ornitorrincos, jacutingas e sacis pererês



Eu ouvia muitos programas de rádio. A maioria por força da profissão. Agora aposentado, escuto um ou outro da minha escolha. Mas, sempre me surpreendia, mesmo quando estava na ativa em jornais, ao ler um jornal ou revista, ou ao ligar um rádio ou TV, com a quantidade de colegas, muitos com mais estrada que eu, mais cursos que eu, mais vivencias, idades, enfim, que se pressupunha com bagagem bem maior que a minha, mas que passavam batidos com coisas simples.

Eu não fui um estudante exemplar. Repeti a quarta série três vezes. Fiz o segundo grau através do supletivo e abandonei a Universidade no quarto semestre. Mas eu sempre fui muito bom em memorizar minhas vivências e experiências, e devorava livros com uma fome digna de Erisícton.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Celulares velhos deixam R$ 300 milhões em ouro no lixo




O smartphone que você carrega no bolso tem R$ 4,20 de ouro e R$ 0,63 de prata.

Achou pouco? Agora considere que existem no Brasil cerca de 170 milhões de smartphones em uso – o que totaliza nada menos do que R$ 821 milhões só em ouro e prata. Uma verdadeira fortuna, e que não para de crescer: a cada ano, em média, 47 milhões de pessoas trocam de smartphone – e os metais preciosos contidos nos aparelhos antigos, cujo valor é estimado em R$ 316 milhões (veja infográfico na página 48), ficam esquecidos no fundo da gaveta.

Pode não parecer, mas os aparelhos eletrônicos, mesmo os mais baratos, contêm bastante ouro. É que o ouro é um excelente condutor de eletricidade e demora muito para se degradar, ou seja, é ótimo para os circuitos internos de gadgets em geral. Segundo o Ministério do Meio Ambiente, existem nada menos do que 500 milhões de aparelhos eletrônicos nas casas dos brasileiros – e isso contando só os que já foram aposentados e estão sem uso. Mas a proliferação de gadgets está se tornando um problemão. “O mundo produz 41,8 milhões de toneladas de lixo eletrônico por ano”, explica Ruediger Kuehr, secretário-executivo do programa da ONU sobre lixo eletrônico. Isso dá aproximadamente 6 kg para cada pessoa – ou o equivalente a 32 iPhones. Reciclar eletrônicos é difícil, mas é necessário: inclusive porque, se não fizermos isso, uma hora não vamos mais ter como fabricar novos gadgets.

A substância química que volta a ameaçar a camada de ozônio



A recuperação da camada de ozônio poderia demorar várias décadas mais do que o previsto caso não diminuam as crescentes emissões de diclorometano, uma substância química usada como solvente de pintura e para preparar compostos químicos de geladeiras e aparelhos de ar-condicionado.

A revelação foi feita por um estudo publicado na revista científica Nature Communications.

O buraco na camada de ozônio, descoberto nos anos 1980, começou a se recuperar graças à proibição do uso dos clorofluocarbonetos (CFC), presentes em muitos produtos de limpeza domésticos, em aerossóis e outros.

A feira livre da Feira de Santana é tema de exposição na Uefs



    
O Museu Casa do Sertão da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) apresenta à comunidade aspectos culturais e sociais relacionados a um dos marcos mais emblemáticos da história de Feira de Santana, que se desenvolveu em torno da feira livre, e ainda hoje tem no comércio ao ar livre um dos pilares da dinâmica econômica. A exposição “A feira de Feira de Santana: transformações e permanências”, em cartaz até o mês de dezembro, visa apresentar aspectos da antiga feira livre na rua, com suas divisões, organização, principais produtos comercializados, o regionalismo e a diversidade de artefatos e gêneros alimentícios comercializados

Encontro dos Orixás será realizado neste final de semana em Feira de Santana



Diversas atividades marcam a culminância do projeto 2º Encontro dos Orixás na sexta e no sábado (dias 7 e 8 de julho), no Centro de Cultura Amélio Amorim, em Feira de Santana. Apresentações musicais, espetáculos de teatro e dança, lançamento de livro, exposição, palestras, debates a exibição de vídeo documentário compõe a programação do evento. 

Na sexta-feira (7), a partir das 19h30, vários nomes de grande relevância da música produzida em Feira sobem ao palco do Amélio: Dionorina, Venus Carvalho, Gilsam, Djalma Ferreira e Nilton Rasta. Também teremos a exposição de esculturas de divindades das religiões afro brasileiras, produzidas em papel machê pelo artista Neto Souza. 

A abertura do 2º Encontro dos Orixás ainda contará com o lançamento do livro “Os Paramentos de Mão dos Orixás”, de autoria do escritor José Arcanjo de Carvalho Macedo e com a apresentação do espetáculo de dança “Lendas”, com direção e coreografia do conceituado ator e diretor José Guedes.

Iniciado tombamento do abrigo Predileto


O abrigo Predileto, situado na praça da Bandeira, teve iniciado o processo de tombamento pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). O prédio, construído na década de 20, ainda guarda muito de suas características originais e é um marco da vida de Feira de Santana.
O abrigo Predileto ainda pertence à família de Nelson Carvalho de Argolo, já falecido, e vem sendo alugado há anos para o funcionamento da Lanchonete Predileto. O comunicado do processo de tombamento foi entregue à herdeira Luciana Argolo de Almeida, residente em Salvador, segundo informações do secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Edson Felloni Borges.

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Feira Coletivo Cultural promove primeira edição do Fervura Feira Noise 2017



  Vai começar o aquecimento para um dos maiores festivais de artes integradas do Norte / Nordeste. No próximo sábado (8), a partir das 21 horas, no Botekim Tematic, o Feira Coletivo Cultural promove o primeiro Fervura Feira Noise de 2017.

Três atrações vão agitar o evento, a banda baiana Circo de Marvin, que está de malas prontas para uma nova empreitada na carreira, a galera da Dona Cislene, de Brasília, e o grupo feirense Calafrio.



Circo de Marvin

De volta a Feira de Santana, depois de uma super apresentação, que enlouqueceu o público, há pouco menos de um ano, e antes de se mudar para São Paulo em busca de outros horizontes, a Circo de Marvin promete um show em “Modo Hard”.

Fundada em 2012, a banda já teve a oportunidade de tocar em eventos como Festival de Verão, Festival de Inverno Bahia e Rock Concha, além de abrir shows para Titãs, Raimundos e CPM22.

domingo, 2 de julho de 2017

Nova tecnologia permite carregar o celular com a urina



"Transforme seu xixi em algo útil", diziam os cartazes do banheiro especial instalado neste final de semana no Festival de Glastonbury, o principal evento do calendário europeu de shows de música ao vivo.

Nesse banheiro adaptado, os litros de cerveja vendidos aos 100 mil participantes do festival britânico viraram fonte de energia, graças a um projeto do Laboratório de Robótica de Bristol.

O chamado Pee Power funciona com uso de células de combustível revestidas de micro-organismos "comedores de dejetos", que processam a urina e, como consequência, acabam gerando eletricidade capaz de carregar - por enquanto, lentamente - a bateria de um smartphone. Isso ao mesmo tempo em que produzem água limpa e fertilizante a partir das substâncias da urina.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

A polêmica casa sobre uma cascata considerada a 'melhor obra de arquitetura dos EUA'



Chicago, 16 de outubro de 1956. Frank Lloyd Wright, arquiteto mais famoso dos Estados Unidos à época, organizou uma entrevista coletiva para revelar o projeto do Illinois, um arranha-céu quatro vezes mais alto do que o Empire State.

Em junho deste ano se completaram 150 anos do nascimento de Wright, que naquele momento tinha 89 anos e acompanhava a construção do museu Guggenheim, em plena Quinta Avenida de Manhattan, e se mostrava mais radical e provocativo do que nunca.

O Guggenheim, controverso pela forma do edifício, ajudou Wright a conquistar popularidade na imprensa.

Cientistas asiáticos criam cerveja probiótica com lactobacilos vivos



Cientistas asiáticos criaram uma cerveja funcional probiótica que, segundo uma nova pesquisa, poderia impulsionar a imunidade e melhorar a saúde intestinal.

Os pesquisadores da Universidade Nacional de Cingapura incorporaram à bebida o probiótico do tipo Lactobacillus paracasei L26, que ajuda a neutralizar toxinas e vírus, bem como regular o sistema imunológico.

Os probióticos são conhecidos como "bactérias boas". São micro-organismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, são capazes de regular a resposta do sistema imunológico, de acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO, por sua sigla em inglês).

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Noruega é maior acionista de mineradora denunciada por contaminação na Amazônia



O governo da Noruega, responsável por duras críticas a políticas ambientais do Brasil na última semana, é o principal acionista da mineradora Hydro, alvo de denúncias do Ministério Público Federal (MPF) do Pará e de quase 2 mil processos judiciais por contaminação de rios e comunidades de Barcarena (PA), município localizado em uma das regiões mais poluídas da floresta amazônica.
Além de enfrentar ações na Justiça, a empresa até hoje não pagou multas estipuladas pelo Ibama em R$ 17 milhões, após um transbordamento de lama tóxica em rios por uma de suas subsidiárias na região amazônica, em 2009. Segundo o Ibama, o vazamento colocou a população local em risco e gerou "mortandade de peixes e destruição significativa da biodiversidade".

São Pedro de Humildes será transmitido ao vivo


Serão três dias de muito forró no São Pedro de Humildes. Mas quem não puder comparecer no distrito, a Prefeitura de Feira de Santana vai levar a festa para mais perto das pessoas. Através das redes sociais a festa será transmitida ao vivo.
Com uma equipe de profissionais, as câmeras estarão espalhadas pelo circuito da festa. A transmissão será feita pelo Facebook da Prefeitura: www.facebook.com/prefeituradefeiradesantana. A partir das 21h a transmissão será aberta e seguirá até a madrugada.
O São Pedro de Humildes começa nesta quinta-feira, 29, com Beijo Roubado, Menina Faceira, Naldinho e Léo Rios, Pablo e Capim Molhado. A festa segue até o sábado, 1º de julho.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Beto Pitombo abre a noite do São Pedro de Humildes na sexta-feira (30)



 O feirense Beto Pitombo é uma das principais atrações do Arraiá da Feira, no São Pedro de Humildes. Ele abre a noite da sexta-feira (30) .Com uma nova roupagem, mas sem perder a autenticidade, Beto Pitombo toca os clássicos de Gonzagão, Dominguinhos, Sivuca e outros mais, utilizando somente instrumentos acústicos: violão, sanfona, violino, clarinete, zabumba e triângulo.

Beto Pitombo começou sua carreira muito cedo. Aos 15 anos já participava de bandas que tocavam nas festas de Feira de Santana, a exemplo dos The Noisys, Trogloditas e Leif’s, tocando por 2 anos ao lado de Lico, Jorginho Gomes e Pepeu Gomes.

Repensar Feira pretende aproximar ainda mais a Uefs da comunidade feirense



 Começar a sistematizar saberes e conhecimentos produzidos sobre Feira de Santana e disponibilizar esse conteúdo para a comunidade. Esse é um dos objetivos do seminário “Repensar Feira – A Uefs e o Observatório da Cidade”, que acontece no campus da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) nos dias 04 e 05 de julho. O evento contará com conferência, mesas redondas e apresentação de trabalhos.
“Hoje existem muitos trabalhos sobre Feira de Santana que não estão sistematizados. Um dos objetivos do evento é começar a discutir como organizar e disponibilizar esses trabalhos”, informa a vice-reitora da Uefs, Norma Lúcia de Almeida.

O Arraiá da Princesa continua a partir desta quinta em Humildes


Aos poucos o distrito de Humildes vira um cenário de grande arraiá. Movimentação intensa para promover a maior festa de São Pedro da região, que acontece de quinta, 29, a sábado 1º de julho.
Funcionários da Secretaria Municipal de Serviços Públicos cuidam da grama e do mato. Na área das barracas, movimentação intensa.
Elizabeth de Jesus monta a barraca onde vai vender comida e bebidas com a mãe. Acompanha a festa há muitos anos. “Mais de 20 anos aqui na festa e todos os anos, graças a Deus, ganhamos um dinheirinho”, acentua.

terça-feira, 27 de junho de 2017

José Ronaldo anuncia concurso público para a Rede Municipal de Ensino



“Já demos início aos preparativos visando a realização de um concurso público para professores que vão ingressar na Rede Municipal de Ensino". O anúncio foi feito pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho durante a solenidade de posse dos 217 novos professores, aprovados recentemente na seleção pública através do Regime Especial de Direito Administrativo - Reda, que vão atuar a partir de julho nas escolas municipais. A solenidade aconteceu na tarde desta segunda-feira, 26, no Centro de Cultura Maestro Miro.

Apesar de não ter ainda uma data prevista, a notícia do concurso foi recebida com aplausos dos pedagogos. José Ronaldo explicou que a Prefeitura adotará as medidas necessárias para a realização do certame que abrirá vagas para as escolas municipais.

Os novos professores começam a trabalhar em julho e, além do salário base da categoria, também contarão com os 15% de gratificação referentes às atividades desenvolvidas em sala de aula.

Geração com mais de 50 anos revoluciona velhice e cria 'gerontolescência', diz guru da longevidade



Envelhecer não é mais o que era antes graças aos baby boomers, que estão transformando esse período e vivendo de forma diferente das gerações anteriores - é o que diz uma das maiores autoridades em envelhecimento do mundo, o médico brasileiro Alexandre Kalache.
Em entrevista à BBC Brasil, Kalache diz que o brasileiro terá que trabalhar mais tempo "quer goste ou não", acima de tudo porque terá uma vida mais longa. Mas a boa notícia, afirma, é que a chegada à velhice da geração do pós-guerra cria uma nova construção social, o que chamou de gerontolescência.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

UEFS: Polícia para quem precisa

O episódio, de repercussão nacional,  em que duas alunas foram levadas em um assalto a um veículo, na UEFS, acabou da melhor forma possível, felizmente,  mas poderia ter resultado em algo trágico. No mesmo dia,  um indivíduo invadiu o refeitório da UEFS e algumas funcionárias se feriram ao quebrarem a porta de vidro.
 
Nós já vinhamos alertando, aqui mesmo na Tribuna, que Polícia não entrar em Campus Universitário era inadmissível nos tempos democráticos atuais, com governos de esquerda e plena vigência da liberdade de opinião. Escrevi que não precisavamos esperar a tragédia acontecer, para revermos uma postura ultrapassada.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

... e viva São João!



         "...Terra molhada/ mato verde/ que riqueza/ e a asa branca à tarde canta, que beleza! / e o povo alegre/ mais alegre a natureza". Um amigo me disse certa vez que a única vez em sua vida que viu o seu pai, um velho pecuarista, cantando, foi numa época em que havia chovido bastante, o gado estava gordo e as colheitas de milho e feijão foram abundantes. Da forma que ele falou, dá até para formar uma imagem na mente do velho batendo com o cajado no chão e cantando com voz roca e sem ritmo, versos de uma musica de Luiz Gonzaga! " a fogueira está queimando, em homenagem a São João..."
         Nem antes nem depois disso ouviu o velho cantar.  Porque cantar denota um estado de espírito, em harmonia com as forças do universo. 

Alguém pode até cantar se estiver triste, mas, não será uma música alegre, e sim um lamento. Para o povo sertanejo, chuva é sinônimo de fartura e de alegria. Quando não chove a criação morre de sede, a colheita se perde e a fome bate à porta. Como então fazer festa numa hora destas?

         Contudo, o povo nordestino está acostumado a sofrer com longas estiagens e hoje já sabe que não conta com a ajuda dos homens, apenas com a graça Divina. O remédio então é esperar, lutar com o que tiver na mão para sobreviver e esperar que passe o tempo das vacas magras. Aí quando os relâmpagos voltarem a cortar os céus e a chuva encharcar a terra, estará chegada a hora de plantar, colher, comer, beber e festejar, agradecendo aos céus pela fartura. 

         Os festejos juninos são tradicionais, principalmente, no Norte e Nordeste brasileiro, e hoje já até virou moda nas festas de outras regiões do País. É uma manifestação popular tão fortemente enraizada na nossa cultura, que mesmo diante de todo sofrimento, não abrimos mão de festejar Santo Antônio, São João e São Pedro. Estamos atravessando um longo período de estiagem e mesmo assim vamos realizar nossos festejos juninos. De uma forma mais modesta, é claro, até porque não há dinheiro para gastar em festas, quando a prioridade é a sobrevivência.

         A política, como eu sempre digo, estraga tudo e também estragou os festejos juninos.  Desvirtuou-se de tal forma esta cultura que a maioria das pessoas já não vê sentido em coisas simples, como sempre foi uma festa junina. Na música, por exemplo, mega bandas de músicas tomaram espaço dos tradicionais trios de forró e transformaram a festa em shows milionários que, inclusive, servem para alimentar a gorda conta bancária de prefeitos desonestos. 

         Não. Esta não é mais aquela festa simples e alegre que animava as cidades do Nordeste brasileiro, onde as portas das casas eram abertas e pessoas desconhecidas eram acolhidas, sem medo, no seio das famílias, para festejar. Em alguns lugares, dizem, a fogueira ainda aquece os corações. Mas, eu ouso dizer:
         Não mudei meu São João, quem mudou foi a cidade!

OBS: Este texto foi escrito ha cinco anos, mas, parece que acabou de ser escrito.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Seu ouvido para música é melhor do que você imagina



Ter um ouvido absoluto é ser capaz de “enxergar” música em tudo. Além de identificar os sons de qualquer nota musical e reproduzi-los com perfeição, quem tem a audição treinada ao máximo pode fazer o mesmo também com barulhos da natureza, de animais, máquinas e o que mais estiver ao alcance do ouvido.

Tais privilegiados tem ouvido igual ao de nomes como Beethoven, Bach e Mozart. Este último, reza a lenda, teria gritado “sol sustenido” ao ouvir o som do guincho de um porco quando pequeno.

FESTEJAR FAZ BEM



Folclore, casamento caipira e muita alegria. Essas são algumas características das festas juninas. Cada região acrescenta novos elementos. Permanece, no entanto, o significado geral: são festas tradicionais, muito alegres e que esquentam o frio inverno.

CADA VEZ mais, sentimos necessidade de retomar o contato com as manifestações lúdicas e culturais de nossas raízes  familiares e sociais. A sociedade moderna, com o celular,  tablet, internet, rede sociais... sufoca o diálogo familiar,  comunitário,  limita e desumaniza as relações. As pessoas não têm mais tempo para o convívio. A sociedade hoje, ensina a nos conectar, mas não a nos comunicar verdadeiramente.

terça-feira, 20 de junho de 2017

O La Fontaine da Friboi

Após Temer ter derrubado Dilma, por suas pedaladas e "contabilidade criativa" que arrebentaram o país,  Joesley -"o notório bandido"- ficou sem a boca ilimitada e barata do  BNDES, que o salvou da quebradeira e o fez bilionário. Juntando o dinheiro, a vaidade jurídica, a afinidade ideológica que sempre perpassou a alma esquerdista de Janot-Fachin, eis que estava desenhado o cenário perfeito para acontecer a maior operação desmonte já vista por estas bandas, que permitisse, ao mesmo tempo, liquidar o presidente da " pinguela", imobilizar o principal líder da oposição e salvar o alvo oculto da operação: Lula. 
 
A urgência se dava porque Janot já sabia que não teria  seu cobiçado terceiro mandato e havia o risco de Joesley cair na mão de Moro, onde delações tem um preço muito mais caro, revelações mais profundas e sem seletividade de denunciados. Para isto um procurador da Lava-Jato mudou de lado e foi orientar a delação de encomenda mais premiada do mundo. Criado o fato, Janot, com a alma solidária de Fachin, liberou gravação sem perícia,  vazou na medida do interesse para a Rede Globo-convencida, sabe-se lá como, a se jogar de corpo e alma na aventura-, tentando forçar a renúncia de Temer. No meio, inocentes, a dupla da lei, deixou vazar o aúdio de um jornalista opositor com sua fonte.