segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

A Lei da Insequapibilidade



         O mundo não acabou e muita gente ficou atarantada, sem rumo ou, como diria minha avó, 'desplanaviada'.
         Que devo fazer agora? Como deverei me comportar? O que sou? Um sobrevivente ou um inocente útil? O que é importante? É o Karatê ou Karanãotê?
         São questões inquietantes, sem dúvida. Ou melhor, com dúvidas; E dívidas. Mas, vejamos o que diz o astrônomo, astrólogo, guru, bruxo, arqueólogo, parapsicólogo, numismático, babalaorixá, xamã a bomconheiro, Raulzito, sobre a Lei da Insequapibilidade:
“Muita gente ainda hoje se pergunta se é insequapível ou não. A resposta é clilófricamente simples: A Lei da Insequapibilidade pode ser explicada baseando-se no método do “Diafragma de Aquiles”. Tomando-se por base os crepúsculos de diferentes dimensões, alia-se ao pentagrama diluvial pela quinta Lei de Newton, lei esta referente à gravitação das histórias em quadrinhos em torno dos velocípedes. Daí onde a teoria vigente entra em desacordo com a referida insequapibilidade.
Insequapíveis? Sim, porém insequapóveis em certos aspectos, quando examinados pelo oblíquo lado da patinete.

Fórmula Química:
(Segundo ou terceiro Godofredo IV do Irã)

I - Retumblências transpurcar com azôto de carbono.
II - 3% de Rataclenas quentes.
III - 6 litros de pisceleto à gampôla na manteiga.

Fórmula algébrica:
X3 + nada = ou parecido”.

Raul Seixas

domingo, 30 de dezembro de 2012

As 10 resoluções de ano novo mais populares

Resoluções para dois mil e...
Ano termina, ano começa e as pessoas se jogam nas listinhas (ou listonas) de resoluções pros próximos 365 dias: coisas a mudar, coisas a fazer, coisas a parar de fazer, coisas possíveis e impossíveis. Boa parte delas, convenhamos, improvável: nem precisa de ciência para saber que a gente acaba não colocando em prática vários dos itens que entram na seleção de “novidades” para o novo ano. Alguns, seja lá qual for a desculpa, ficam para o próximo; outros, nunca saem do “quem sabe um dia?”. Mesmo assim, o pessoal do site 43things.com abriu uma pesquisa – na qual já palpitaram mais de oito mil pessoas – para compilar as resoluções de ano novo mais populares entre a galera. Até agora (a pesquisa continua aberta, então você pode passar lá também e votar), o top 10 está assim:
1. Perder peso (1.470 votos)
2. Comer, beber, aprender ou tentar algo novo (999 votos)
3. Guardar dinheiro (909 votos)
4. Ser feliz (890 votos)
5. Definir uma meta atlética acessível, tipo correr 5 ou 10 km (822 votos)
6. Se apaixonar (695 votos)
7. Tirar fotos em todos os dias do ano (659 votos)
8. Arranjar um emprego (652 votos)
9. Ler mais (620 votos)
10. Parar de fumar (452 pessoas)
E aí, algum destes itens está entre as suas resoluções? Senão, o que entrou na sua lista?

Super Interessante

Erros bizarros de Photoshop

 O Site Super Interessante publicou fotos com falhas que não foram notadas pelos editores. Confira:

O umbigo da modelo está deslocado...

Esta modelo ficou sem umbigo...

Olha só o tamanho do pescoço desta daqui...

Esta ficou sem uma perna...

Olha só a barriga desta...

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Alex Ferraz

PEGOU MAL...
No dia 26 último, na cobertura das comemorações do Natal, o Jornal Nacional frsou que, em Salvador, a Missa do Galo foi celebrada mais cedo "devido a questões de segurança". Notar que foi na Caedral Basílica, que fica em pleno Centro Histórico. Pois é...

Frase: O administrador do Sindicato, Sadão Higuchi, era quem encaminhava os recursos vindos do exterior para o compadre de Lula. Sadão morreu “afogado” na represa localizada nas proximidades de Bragança Paulista (Paulo de Tarso Venceslau)

Um depoimento chocante
Transcrevo aqui trechos de depoimento do ex-petista Paulo de Tarso Venceslau, e ex-secretário de Finanças da prefeitura de São José dos Campos e atualmente diretor de redação do Jornal Contato, publicado no blog Tribuna da Internet, de Hélio Fernandes: "O nome de Paulo Okamotto nas manchetes de jornais não é novidade. A imprensa insiste em mantê-lo nos cadernos políticos quando deveria confiná-lo nas páginas policiais. É a minha opinião por tudo que conheci e convivi com essa misteriosa figura, responsável, entre outras coisas, pela administração das contas pessoais do ex-presidente, desde o tempo em que Lula presidiu o Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo."
Segue: "A leitura do Estadão de terça-feira,11, me deu a sensação de estar vivendo de novo uma experiência já vivida. O chamado déjà vu. Nos meus tempos de militante, Okamotto fazia parte de um esquema paralelo ao da greve que corria solto em 1979. Seu nome constava de uma lista de dirigentes sindicais que deveriam assumir clandestinamente o sindicato, caso a diretoria eleita fosse presa pela polícia política. Nessa mesma ocasião, eu era um dos coordenadores da parte financeira do Fundo de Solidariedade que funcionava na Assembleia Legislativa de São Paulo. Chegava muita grana do exterior. O Euro ainda não existia. Mas os dólares, francos e marcos eram muito bem recebidos."
Diz mais Paulo de Tarso: "O administrador do Sindicato, Sadao Higuchi, era quem encaminhava os recursos vindos do exterior para o compadre de Lula. Sadao morreu 'afogado' na represa localizada nas proximidades de Bragança Paulista em 13 de junho de 1998, em plena campanha eleitoral. Lula fez questão de suspender todas as atividades para participar das buscas. Quem conhece a represa, como eu conheço, não consegue entender o que aconteceu. Sadao morreu afogado, mas tinha uma contusão na cabeça. Ele teria caído n’água e o barco teria se chocado com ele. Pequeno enorme detalhe: tratava-se de um bote inflável."

Ainda sobre
Okamotto (I)

O ex-petista segue denunciando que "em 1992, o PT elegeu vários prefeitos no estado. Indicado por José Dirceu e Aloísio Mercadante, assumi a secretaria de Finanças de São José dos Campos. A empresa CPEM, representada pelo compadre de Lula, era a maior credora da prefeitura então comandada pela futura bailarina Ângela Guadagnin. Auditoria externa que contratei comprovou uma série de irregularidades. Informado pessoalmente por mim, Lula convocou Okamotto e ordenou que ele me acompanhasse em uma conversa com seu compadre. Ou seja, enviou-me para conversar pessoalmente com o acusado."

Ainda sobre
Okamotto (II)

E segue: "Por outro lado, na mesma ocasião, Okamotto circulava pela prefeitura de São José em busca de lista de empresários credores. Ele não ocupava qualquer cargo no paço. Era evidente que buscava recursos paralelos, com anuência da então prefeita.
No mesmo dia em que a auditoria externa encerrou seus trabalhos e me enviou o relatório fui exonerado sumariamente a pedido de Paulo Okamotto e Paulo Frateschi, segundo me relatou a própria prefeita. Algumas semanas antes da exoneração, sofri um atentado na então Rodovia dos Trabalhadores, hoje Ayrton Senna. O carro ocupado por três homens enormes tinha chapa fria, conforme informou a Polícia Civil onde registrei o Boletim de Ocorrência. Detalhe: o carro em que me encontrava era dirigido por um funcionário de carreira da prefeitura, que urinou nas calças, literalmente." Vixe!

Sem céu de
brigadeiro (I)

O brasileiro que se acostumou a viajar de avião pagando pouco pelo bilhete pode se preparar para um 2013 de passagens mais caras. Analistas avaliam que o preço médio das tarifas dos voos domésticos deve subir entre 8% e 10% no ano que vem, dando alívio às companhias aéreas, que enfrentaram prejuízos bilionários em 2012. Com isso, há quem já fale em queda na movimentação de passageiros em 2013. Para este ano, é esperada uma desaceleração no ritmo de expansão para cerca de 7,5% no número de pessoas que embarcam e desembarcam nas rotas nacionais, após três anos de dois dígitos de crescimento.

Sem céu de
brigadeiro (I)

O reajuste será resultado do corte na oferta de assentos nos voos domésticos pelas duas maiores empresas do setor, TAM e Gol, e da maior concentração do mercado. A TAM anunciou que reduzirá em 7% sua oferta em 2013. A Gol deve fechar 2012 com diminuição de 4,5% e prevê novo corte de 5% a 8% no primeiro trimestre do ano que vem. O movimento já foi captado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Em outubro (último dado disponível), houve queda de 2,13% na oferta de assentos nacionais, após oito anos de crescimento para o mês.

Uma réplica
de 1950?

Deu no Estadão: "Obras atrasadas, sedes escolhidas por motivos políticos e incertezas até o último momento. Essa poderia ser a história da Copa de 2014. Mas, na realidade, são acontecimentos que marcaram a outra Copa do Mundo que ocorreu no Brasil, a de 1950, símbolo do esforço de um país para se projetar pela primeira vez internacionalmente. Um levantamento realizado por quatro pesquisadores e jornalistas - Beatriz Ferrugia, Diego Salgado, Gustavo Zucchi e Murilo Ximenes - revela como o Mundial de 1950 foi preparado, suas intrigas políticas e desafios. O futebol era outro. O Brasil certamente também era outro e a própria Fifa não é a megapotência que hoje controla o maior esporte do planeta."

VESTIBULAR - O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia informa aos candidatos do Processo Seletivo 2013 que a data da prova será no domingo, 6 de janeiro, para todos os cursos superiores e técnicos (modalidades subsequente, integrada e Proeja - Educação de Jovens e Adultos). Os locais de prova podem ser consultados no sitewww.ifba.edu.br.
SHOPPING I - O Shopping Center Lapa funcionará no período até amanhã, das 9h às 21h. Nos dias 30 e 31, as lojas, quiosques e praça de alimentação funcionarão das 9h às 18h. Em todos os dias, o cinema seguirá a sua programação normal. No dia 1º de janeiro, o shopping estará fechado.
SHOPPING II - Já Shopping Paseo terá seu horário de funcionamento modificado neste final de ano. Na segunda-feira, 31 de dezembro, o centro de compras funciona das 9h às 15h, e na terça-feira, 1º de janeiro, as lojas e serviços estarão fechados, enquanto as operações de alimentação abrem às 12h. O Cine Vivo, no mesmo dia, funciona normalmente, de acordo com a programação do Circuito Saladearte. No dia 2 de janeiro, o shopping abre normalmente, das 9h às 21h.



 Bandidos de toga I
O juiz Federal Marcelo Costenaro Cavali proibiu a TV Globo de exibir uma reportagem no “Fantástico” sobre a cobrança de propina por policiais a comerciantes da rua 25 de Março, em São Paulo. O pedido de censura partiu do advogado do delegado federal Adolpho Alexandre de Andrade Rebello, acusado de formar quadrilha, corrupção e violação de sigilo funcional. A matéria especial, que continha detalhes das negociações dos policias com os comerciantes, foi anunciada ao longo de toda a semana passada. A TV Globo informou que está avaliando medidas judiciais cabíveis contra a decisão do juiz.

Bandidos de toga II
Diante da onda de denuncias de corrupção no judiciário, que levou a ministra do Superior Tribunal de Justiça, Eliana Calmon, a dizer que existem no Brasil “bandidos de toga”, eu esperava uma onda de reações das diversas instituições sociais, inclusive da própria Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no sentido de lutar contra estes tais bandidos, que existem mesmo, ninguém duvida. Mas pobre de mim, que acredito que todas as instituições estão corrompidas.

Malandrowski
Por uma suposta singularidade de sua atuação no julgamento do mensalão, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski foi “agraciado” com o título de “Mala do Ano 2012” pelo Clube dos Malas, da cidade mineira de Rio Novo (302 km de Belo Horizonte). Conforme o presidente do clube, por ter “enchido o saco” do colega Joaquim Barbosa durante o julgamento do mensalão, o ministro Lewandowski levou o prêmio deste ano “com um pé nas costas” e passará a reinar pelos próximos doze meses com o nome de “Ricardão Malandrowski”..

Presidente
O vereador Justiniano França, sob as bençãos do prefeito eleito José Ronaldo, é agora o candidato único à presidência da Câmara de Feira de Santana. Ronny e Carlito do Peixe desistiram das suas candidaturas. É o que se comenta nos bastidores políticos.

João Durval
A edição da revista “Veja” desta semana mostra quem são os parlamentares que mais trabalharam em 2012 em favor de um Brasil mais moderno e competitivo, segundo o ranking de parlamentares feito pela revista. Entre os 20 senadores do ranking, está o feirense João Durval, em 12º lugar, com nota 7,2, igual ao gaúcho Pedro Simon (PMDB). É o único da Bahia na lista.

Facebook I
“Esplicar o que ninguém consegue entender o que aconteceu e ainda estar por vir que o futuro não é mais como era antigamente ...” . Esta pérola de comentário foi publicada no Facebook. Sei que a Maristelly Vasconcelos me entende.

Facebook II
Criei uma página no Facebook com o único propósito de divulgar alguns leilões que vou realizar, intermediando a compra e venda de objetos, pelo que receberei uma comissão. Em breve estarei divulgando o regulamento e colocando o primeiro objeto em leilão. Porém, por conta de estar atento ao que se passa entre as pessoas que usam o Face, cada dia eu fico mais convencido de que não devo participar daquilo. Reafirmo: não tenho tempo e nem quero conversa em rede social. Quem quiser falar comigo que use o e-mail ou o telefone.

FAMFS II
Inaugurada em 1990, a FAMFS realizou diversas atividades beneficiando jovens e adolescentes através de projetos esportivos sociais. A fundação chegou a atender 300 mil crianças e adolescentes em 134 cidades na Bahia. Fabricamos mais de três milhões de itens de materiais esportivos, geramos emprego e renda para mais de 20 mil pessoas de Feira e região, fabricando mais de 50 mil pacotes de biscoito por dia. No entanto perdeu o convênio com o governo federal o que dificultou as condições de trabalho. “Queremos que o projeto volte a ser o que era, pois temos capacidade técnica para isso”, declarou o presidente Antônio Lopes.

Mata o véio
Estão matando o “Velho Chico”. Após quatro anos de monitoramento do rio e das obras de transposição de parte das águas do São Francisco, o biólogo José Alves Siqueira, 41, e outros 99 pesquisadores alertam: o rio está em processo de “extinção inexorável”. O professor integra a equipe da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), contratada pelo governo federal para fazer o inventário da flora e da fauna ao longo de todo o trecho da obra. Mas o governo afirma que a área afetada pela transposição, será recuperada. Acredite se quiser.

Frase
“Pensar é grátis. Não fazê-lo sai caríssimo” (anônimo)

Parachoque de caminhão
“Se não puder ajudar, atrapalhe. Afinal, o importante é participar” (coletado pela professora Lélia Vitor)

Philosopher
Não existe caminho para ser feliz. Ser feliz é o caminho”. (anônimo)

_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*
Por hoje é só que agora eu vou ali nadar e pescar no Velho Chico antes que ele morra

O advogado do Diabo.



O artigo publicado pelo advogado e ex-ministro do governo Lula, Marcio Thomaz Bastos é um insulto a todo cidadão honesto do Brasil. Advogado de um dos condenados no julgamento do mensalão, Thomaz Bastos fala em “degeneração autoritária de nossas práticas penais” e que a “tendência repressiva passou dos limites”.  Ele também critica o “slogan do combate à impunidade a qualquer custo”, que estaria sendo “exaltado pelo clamor de uma opinião popular que não conhece nuances”.
Sobre a “degeneração autoritária das práticas penais”, eu diria que ele tem razão, pois basta ver as cadeias superlotadas de bandidos que comandam o crime organizado lá de dentro, para se saber que o sistema penal do Brasil está falido. Quanto à “tendência repressiva que passou dos limites”, ele também tem razão, porque não foram poucas as tentativas do governo e dos réus do mensalão em amordaçar a imprensa. Mas ele nos insulta quando diz que “o combate à impunidade a qualquer custo é exaltado pelo clamor popular que não conhece nuances”.
Ele quer dizer que nós, pobres ignorantes, não conhecemos as nuances das leis. Ou seja, não temos conhecimento sobre o emaranhado de leis secundárias e subjetivas, que permitem que um bandido permaneça solto mesmo tendo sido condenado. Ou pior ainda, que ele possa ser eleito mesmo estando preso e mantenha um mandato mesmo sendo condenado. Aliás, como quer o presidente do Congresso Nacional, Marco Maia, que teve a petulância de peitar a Corte Suprema da Justiça, o STF, para que membros da quadrilha de José Dirceu não percam seus mandatos.
Thomaz Bastos fala também que “juízes se deixam influenciar pela 'presunção de culpabilidade', aceitando apenas 'indícios', no lugar de prova concreta”. E arremata: “Como se coubesse à defesa provar a inocência do réu”. Amigos juristas honestos socorram-me. Não sou versado em Direito, mas as poucas noções que recebi ainda no curso ginasial, falavam em prova cabal e prova circunstancial, para julgamento de um réu. E ainda que defesa e promotoria existem para apresentar provas que convençam os jurados de que um réu é culpado ou inocente. É isso mesmo? Se é assim, valem provas circunstanciais e cabe, sim, à defesa, provar a inocência do réu.
Mas vejam: Thomaz Bastos defendeu o ex-vice-presidente do Banco Rural, José Roberto Salgado, condenado a 16 anos e 8 meses de prisão mais o pagamento de R$ 926 mil em multas por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta e evasão de divisas. E foi defensor do empresário Carlinhos Cachoeira, acusado de exploração ilegal de jogo. Também condenado. É ou não é um advogado de porta de cadeia?
         Certíssima a ministra Eliana Calmon ao denunciar a existência de “bandidos de toga”.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

2012. O ano da renovação

“Nada acontece por acaso. E, embora pareça o contrário, até mesmo o mal permanece a serviço do bem” (Emmanuel).
            Há um ano escrevi um texto refletindo e fazendo um balanço do ano de 2011 considerando-o como um dos melhores anos de minha vida. Agradeci a duas pessoas que me ajudaram a crescer e a me tornar uma pessoa melhor. E a Jesus Cristo por ter me dado a oportunidade, colocando essas pessoas no meu caminho para me ajudarem a realizar esta mudança ou de perceber esta transformação.
            Encerrei o texto pedindo ao Supremo Arquiteto do Universo que o ano que estava por vir não fosse apenas um novo ano, mas, um ano de renovação. Que pudéssemos fazer uma faxina na alma e no coração e enterrar todo o lixo (mágoas, erros ou qualquer sentimento negativo) com o ano que findava.
            Hoje, quando mais um ano está chegando ao fim, volto a escrever para agradecer ao Criador por ter atendido meus pedidos. Este ano de 2012 foi realmente de renovação, de transformação. Jesus Cristo me oportunizou a realizar algumas mudanças, a reavaliar conceitos e valores. Me deu oportunidade de aprender e crescer mais um pouco nessa passagem na terra. E se muitos acreditaram que o mundo se acabaria neste ano, para mim começou, se não um novo mundo mas, uma nova vida.
            Aprendi, na pratica, que "até mesmo o mal permanece a serviço do bem". Que estamos todos sob o regime da lei do “semear e colher”. "O atleta adquire um corpo modelado porque se dedica ao esporte. O cientista adquire notoriedade porque se aplica à pesquisa permanente. Pelas mesmas razões, quem se entrega habitualmente à lamentação, outra coisa não poderá colher a não ser lágrimas e dores", conforme a instrução que Chico Xavier recebeu do mundo espiritual.
            "Lamentar é adiar o dia da melhoria. Troque a queixa pelo aprendizado da
experiência. Em qualquer problema, sempre há uma porta aberta do lado que nós menos esperamos. A lamentação, porém, sempre coloca a nossa visão em direção à porta fechada." Como diz o verso de Cornélio Pires, recebido por Chico Xavier: "Pessoa que se declara/ Doente, triste e abatida,/ Sempre de tranca na cara/ Já é pessoa vencida".
            Em nossas imperfeições aceitamos a ofensa de colegas, amigos, conhecidos, família e assim deixamos nosso coração ficar envenenado pela raiva, ódio, desejo de vingança e muitas relações acabam se rompendo por não existir o perdão e a compreensão. Quantas famílias se separam por não saberem perdoar? Pessoas que se amam que não conseguem se  perdoar, amigos que se separam, mortes que acontecem e diversas são as situações.
            Esquecemos que ninguém prejudica o outro, mas apenas a si mesma. Por que aceitamos a ofensa? Assumo total responsabilidade pelo que ocorre comigo, de bom ou de ruim. Ninguém erra comigo, apenas me traz uma experiência para meu aprendizado. Sou dona do meu poder. É assim que deve ser.
            Este é o momento de aprendermos a perdoar todo o mal, toda ofensa e libertar o coração de energias enfermas. Perdoar é amar e aceitar as enfermidades do ofensor. É se reconciliar com todos. O Perdão é eficaz remédio para o ofendido e o ofensor. Sei que é fácil repetirmos que devemos perdoar setenta vezes sete, como disse o Mestre Jesus, mas ainda é muito difícil colocar em prática. Porém, é preciso continuar exercitando e procurar viver em harmonia, em Paz.
            Que Deus nos conceda um ano não apenas novo, mas, com novas atitudes para tornar o mundo melhor!
Maura Sérgia

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Alex Ferraz

LEI DE GERSON
Agências de viagens, lojas de móveis e eletrodomésticos, operadoras de celular. É grande a lista dos recordistas de queixas de consumidores. Decididamente, o capitalismo não é levado a sério neste país, onde todos querem levar vantagem em tudo.

O escândalo dos erros médicos
Têm aumentado de forma assustadora os registros de erros médicos no Brasil. Para se ter uma ideia, somente em São Paulo a média tem sido de 4.500 processos por ano. E estamos falando sobre casos que resultaram em queixas e processos...
Com a vertiginosa queda da qualidade do ensino superior no País, aliada a uma baixa no mesmo nível da educação familiar e da formação do caráter dos adolescentes e jovens, a profissão médica, que exige a combinação dessas duas qualidades (competência técnica e bom caráter) como condição sine qua non para a boa prática da medicina, vem sendo deteriorada a olhos vistos.
Um caso emblemático ocorreu no Rio de Janeiro, onde uma mulher que sofria dores abdominais e enjôo caminhou diversas vezes para os médicos e, na última vez, atendida por uma médica, teve diagnosticado “mal estar digestivo”. Pois bem: a paciente morreu, vítima de apendicite aguda, após penar por seis meses no leito de hospital.
A família abriu processo contra a médica e esta, pasmem, mandou seu advogado oferecer R$ 1 mil (isto mesmo: mil reais) como “indenização”. Ora, sabemos que a vida humana não tem preço, mas oferecer R$ 1 mil à família da morta é, sem dúvida, um deboche macabro.
Faltaram competência e caráter a essa médica, com certeza.

Frase: O melhor médico é aquele que recebe os que foram desenganados por todos os outros.
(Aristóteles)


Driblando
o fisco? (I)

As lojas Cattan, na Liberdade e na Avenida Sete, nunca dão nota fiscal da compra, com a desculpa, sempre, de que o sistema “está fora do ar”. Será sonegação fiscal? Como pode uma loja que tem várias filiais, não emitir nota fiscal em nenhuma delas?

Driblando
o fisco? (II)

Fato semelhante ocorreu, e eu fui a vítima, no Extra da Paralela, há cerca de três meses, no setor de emissão de nota para produtos eletro-eletrônicos, e, mais recentemente, em compra de Natal, na loja Centauro do Salvador Shopping. Neste último caso, a nota foi entregue no dia seguinte. Mas quantos, como eu, se deram ao trabalho de ir buscar?
O fim de
Salvador (I)

Oito meses depois de abertos, alguns buracos localizados em Brotas, próximo aos Galés, foram, finalmente, tapados.
Mas o Caminho de Areia não teve a mesma sorte e esta importante e movimentada avenida que liga o Largo de Roma à Ribeira continua uma vergonha, tantas são as crateras, ao longo de toda a extensão.

O fim de
Salvador (II)

A Baixa do Fiscal e Rua Nilo Peçanha completam o quadro dramático de abandono na Cidade Baixa.
É por essas e outras que, embora em nenhum momento tenha me preocupado com o alardeado fim do mundo, temo sinceramente pelo fim de Salvador. Sobrevivermos até janeiro?

Ferry com
bom humor

Do meu amigo e parceiro de rádio Emmerson José, sobre a situação do ferry-boat neste Verão: “Está funcionando perfeitamente o bate e volta. Você chega a São Joaquim, bate com a cara na porta, e volta para casa.” Brilhante!
1 HOTÉIS - A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia acaba de lançar o guia Especial Réveillon, para quem ainda não se programou para a virada do ano. São mais de vinte opções de hotéis e pousadas em todo o estado. O guia está disponível o site da ABIH-BA, no endereço www.abihbahia.org.br.
2 BONFIM - Para as entidades ou grupos interessados em participar da Lavagem do Bonfim, que acontece em 17 de janeiro, as inscrições estão abertas até o dia 14, das 8h às 13h, na Gerência de Eventos da Empresa Salvador Turismo (Saltur), no Dique do Tororó.
3 OAB - Com a chegada do fim de ano, o JusPODIVM resolveu antecipar as inscrições para o preparatório do X Exame da Ordem dos Advogados do Brasil 2013. O curso é recomendado para estudantes formandos e bacharéis em Direito que ainda não fizeram ou não foram aprovados em edições anteriores da prova. Mais informações: www.juspodivm.com.br.

Empresa cria trailer baseado em pen-drives


A empresa de design W2, na Nova Zelândia, criou um trailer inspirado em pen-drives, com foco na maximização de espaço. O unisitado trailer se dobra e pode se fechar ou abrir uma espécie de varanda para os ocupantes. No inteior, o trailer tem banheiro, cozinha, dois quartos, câmeras de segurança e portas delizantes. O projeto está em fases de testes e deve chegar ao mercado até 2015, segundo a W2.
(http://blogs.estadao.com.br/jornal-do-carro/) 

Tão grande, tão besta


        Thaís Borges fotografou esta semana a Lua eclipsando Júpiter. Do ponto de vista técnico é só uma questão de perspectiva, mas, do ponto de vista filosófico, o fenômeno astronômico gera muitas reflexões. Thais publicou:
        “Sou do tamanho daquilo que vejo. - Disse a pequena lua, ocultando a grandiosidade de Júpiter”. E eu me lembrei de uma música da minha banda favorita, Pink Floyd. Trata-se de “Eclipse”, que está no disco “The Dark Side of The Moon”. Toda a letra me soa como um soneto cujo fecho de ouro, o ultimo verso, diz: “But the sun is eclipsed by the moon”. Curtam a música e a letra no vídeo abaixo.

Pink Floyd - Eclipse - Legendado em Português - HD

The Hollies - He is my brother Legendado portugues


Ele não pesa, ele é meu irmão  

(He ain't heavy, he is my brother – The Hollies)

“Se você se emocionar, sentindo essa emoção dentro do seu coração, alegre-se: a semente já está plantada, e a terra é fértil!"
A história conta que certa noite, em uma forte nevasca, na sede da entidade (Missão dos Órfãos), um padre plantonista ouviu alguém bater à porta.
Ao abri-la se deparou com um menino coberto de neve, com poucas roupas, trazendo em suas costas outro menino mais novo. A fome estampada no rosto, o frio e a miséria dos dois comoveram o padre. O sacerdote mandou-os entrar e exclamou:
Ele deve ser muito pesado.
O que carregava disse:
Ele não pesa, ele é meu irmão (He ain't heavy, he is my brother).
Eles não eram irmãos de sangue, realmente. Eram irmãos da rua. O autor da música soube do caso e se inspirou para compô-la, e da frase fez o refrão.
Os dois meninos foram adotados pela instituição.