quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Criação do Campus da UFRB

O Reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Paulo Gabriel Soledade Nacif, convida para Audiência Pública sobre a criação do campus da UFRB em Feira de Santana. Será nesta quinta-feira (01), às 09 horas, no Anfiteatro do Módulo II, na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS).
Maiores informações/Confirmação de presença: Telefones: (75) 3621-9095 E-mail: ufrb.secrei@ufrb.edu.br / eliana@ufrb.edu.br

Capinan volta a Feira para relançamento de 3 trabalhos

O Centro Universitário de Cultura e Arte promove no dia 1º de dezembro (quinta-feira) o relançamento dos livros “Balança Mas Hai Kai” e “Bumba meu Boi” e do pôster “Soy Loco Por Ti”, todos trabalhos de José Carlos Capinan que está de volta à Feira de Santana especialmente para este evento que acontece na Galeria de Arte Carlo Barbosa a partir das 19:30h.

Balança Mas Hai Kai, livro de poesia lançado em 1995, é um trabalho raro pois já se encontra esgotado e é bastante procurado. “Não sei como seria certo grafar [...]. Grafei glauberiamente com k. E pus um traço de desunião. Juntei centenas de hai-kais que havia escrito e, depois de uma seleção inicial, reli os hai-kais de Millor (foi dele certamente que incorporei a primeira informação dessa estrutura oriental de compor poemas, creio que na revista “O CRUZEIRO”). Tomei então coragem de publicar os meus. E aqui estão...”, diz Capinan. Já “Bumba meu boi” é uma peça escrita nos anos 60, musicada por Tom Zé e montada pelo Centro Popular de Cultura de Salvador, com ilustrações de Emanuel Araujo e ainda inéditas em livro. O poster caligrama “Soy Loco Por Ti” é em homenagem às inúmeras parcerias e este três trabalhos tem projeto gráfico de Washington Falcão.

Baiano de Entre Rios, Capinan é pedagogo formado em 1959, tendo, neste mesmo ano, ingressado nas escolas de Direito e Teatro da UFBA, momento em que se engaja no Centro Popular de Cultura de Salvador e escreve a peça musical “Bumba meu Boi” em parceria com Tom Zé. É neste contexto que edita seus primeiros poemas nos suplementos literários locais e participa da antologia “Violão de Rua”, da coleção Cadernos do Povo (Ed. Civilização Brasileira). Em 64, sai da Bahia e participa intensamente da vida cultural e política do país. Classifica-se em 3° lugar no festival da MPB de 66, com Paulinho da Viola, vencendo o festival em 67 com “Ponteio”, composição em parceria com Edu Lobo. É neste mesmo ano que compõe com Gilberto Gil “Soy Loco Por Ti, América”, uma das precursoras do movimento tropicalista, do qual participa em 68. (Jailton Nascimento - CUCA)

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Quem vai pagar pelos estragos?


Ontem, segunda-feira, voltava eu da região sisaleira para Feira de Santana, e quando cheguei no entroncamento de Tanquinho, por volta das 08 horas, a BR-116 Norte estava sendo bloqueada por manifestantes à altura do posto Trevo. Dei sorte, pois a pista ainda não estava totalmente bloqueada e consegui passar e segui viagem.

Mas, fiquei imaginando quanto transtorno, quantos prejuízos seriam causados aos que não tiveram a sorte que tive. Além dos carros pequenos, vans, ônibus, caminhões, ambulâncias, todo tipo de veículo seria parado sabe-se lá por que e por quantas horas, causando angustia e prejuízos a centenas ou milhares de pessoas.

Mas, seja lá qual foi o motivo da manifestação, esse tipo de ação precisa ser proibida e coibida, com o uso da força policial, se preciso for. Porque não é justo que as pessoas que nada têm a ver com os motivos dos manifestantes sejam tolhidas do seu direito de ir e vir. Se quiserem chamar a atenção vão para a porta das prefeituras, dos palácios governamentais, das câmaras, assembléias, ou Congresso Nacional. Não é prejudicando milhares que algumas dezenas de outras pessoas exijam seus direitos.

Há uma máxima da educação moral e cívica que preconiza que “o meu direito termina quando o do próximo começa”. E ademais, quem vai pagar pelos prejuízos causados? Quem vai se responsabilizar, por exemplo, pela perda de cargas perecíveis? E os passageiros dos ônibus, quem lhes ressarcirá pelos prejuízos que possam ter por chegarem atrasados aos seus compromissos? Pior ainda. Que preço será pago pela perda da vida de quem viajava numa ambulância com destino a um atendimento hospitalar de emergência?

Os manifestantes certamente não vão arcar com tais perdas. O governo muito menos. E no final, que ganho terão os próprios manifestantes, exceto o fato de chamar a atenção das autoridades para os seus problemas? Creio que ganham muito pouco em proporção às perdas que causam aos seus semelhantes.

Eu já disse aqui outro dia que gosto de ver pessoas indo à luta, reivindicando seus direitos. Mas isso tem que ser feito de forma organizada, sem causar prejuízos às outras pessoas que não estão relacionadas com aquele fato em si.

Em geral, as pessoas fazem estas manifestações, chamam a atenção de alguma autoridade, que por sua vez faz algumas promessas, mas que certamente não serão cumpridas. Por isso mesmo, pouco tempo depois os manifestantes voltam ao mesmo local e causam a mesma balburdia, sem resultados efetivos.

Tá na hora de mudar de tática. Se é para causar transtorno e prejuízo, vamos causar a quem tem mais nos causado transtornos e prejuízos. Eles, os políticos, são o nosso alvo.

sábado, 26 de novembro de 2011


Corrupção
A OAB Federal lançou o “Observatório da Corrupção”. Trata-se de uma ferramenta de auxílio à sociedade brasileira na agilidade em julgamentos para casos de corrupção. Assim, a população pode seguir julgamentos acompanhando seus andamentos, inclusive pleiteando-os. Para acessar o Observatório da Corrupção: www.observatorio.oab.org.br 

Contramão
Enquanto todo o país se esforça, emissoras de TV promovem ações nacionais antitabagistas, os dois senadores baianos, Lídice da Mata e Walter Pinheiro, aprovaram, junto com a base governista de apoio a presidente Dilma Rousseff, medida provisória que explicita a permissão para fabricantes de cigarro patrocinarem eventos institucionais como festivais de música e eventos esportivos. A aprovação da matéria vai de encontro a própria ação do governo de combate ao tabagismo, as campanhas do Ministério da Saúde contra o fumo e os alertas do órgão sobre os gastos no setor para tratar os efeitos do cigarro. O assunto foi tema de comentário do deputado Carlos Geilson na Assembléia Legislativa da Bahia.

Professores
O Projeto de Lei 19.574/2011, que altera a estrutura de remuneração dos professores e coordenadores pedagógicos do ensino fundamental e médio na rede pública estadual, foi aprovado por unanimidade na Assembléia Legislativa da Bahia. O relator do projeto, deputado Bruno Reis, apresentou emenda, acatada no âmbito das Comissões, que compreenderam a relevância da modificação para melhor atender aos professores.
O Projeto, que tramitou na casa em tempo recorde: 48 horas, atende ao disposto na Lei Federal 11.738/2008, que institui o piso salarial nacional para os profissionais da educação básica, cujo valor de R$ 1.187,98, para jornada de no máximo 40 horas semanais, passou a vigorar no início deste ano. Isso significa, segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), aumento nos salários de 31.191 professores da rede pública no estado.

Lançamento
Na próxima terça-feira (29), o professor e historiador Bel Pires lança o livro “Aloísio Resende, poeta dos candomblés: história das populações negras em Feira de Santana”. O evento será realizado no Museu de Arte Contemporânea (MAC), a partir das 20 horas. A obra contou com patrocínio cultural da Prefeitura de Feira de Santana e o apoio do grupo de pesquisa Populações Negras: Pesquisa e Extensão, da Uneb/CNPq e foi produzida com a colaboração do artista visual Gabriel da Silva Ferreira e do mestre em Literatura e Diversidade Cultural Denílson Lima Santos. No livro são abordados aspectos relativos a ancestralidade e a produção e atuação do poeta e escritor negro Aloísio Resende, ferrenho defensor do candomblé e das manifestações da religiosidade afro brasileira, que morreu em 1941.

Cartórios
Cerca de 400 servidores que trabalhavam em comarcas no interior do estado serão obrigados a se mudarem para outras cidades. Isso porque o Tribunal de Justiça (TJ) decidiu na quarta-feira (23) que 43 das 50 comarcas serão fechadas para contenção de custos. “Isso não poderia estar acontecendo, pois vai gerar transtornos para a sociedade. Com a desativação dessas comarcas, os moradores das localidades prejudicadas terão que procurar os serviços em outras cidades que dispõem do serviço. Assim, as comarcas existentes terão que atender a população local e os cidadãos que vierem de outros municípios. Para a deputada Graça Pimenta isso pode fazer com que a privatização não surta efeitos positivos. “É direito dos baianos ter acesso facilitado aos serviços cartoriais”, declarou ela. No dia 25 de outubro, servidores de cartórios ocuparam a galeria da Assembléia Legislativa para protestar sobre o possível fechamento. Das 50 comarcas que seriam fechadas em cidades do interior do estado pelo TJ, apenas as cidades de Gentio do Ouro, Maraú, Palmeiras, Planalto, Santa Luzia, Tremedal e Capela do Alto Alegre não terão seus cartórios fechados.

Concurso público
A Prefeitura Municipal de Feira de Santana e a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) assinaram nesta sexta-feira (25) convênio para realização de concurso público municipal. Serão preenchidas vagas para professores, enfermeiros, técnicos em Enfermagem, engenheiros, assistentes sociais, contadores, guardas municipais entre outras. São, aproximadamente 200 vagas, que foram definidas mediante estudos realizados por comissão composta de técnicos das secretarias municipais de Administração, Fazenda e Governo. O trabalho do grupo foi equacionar as necessidades da administração e as possibilidades de ocupação das vagas. O concurso público vai contemplar 19 diferentes setores da estrutura administrativa do município. As provas deverão ser realizadas até o final de março de 2012.


Ônibus

15 novos ônibus foram incorporados ao Sistema Integrado de Transportes (SIT). Para o início do próximo ano, o prefeito Tarcízio Pimenta anunciou a aquisição de mais 20 novos veículos e disse também que, até o fim do mandato, pretende renovar em cem por cento a frota de ônibus do transporte coletivo. Pelo que se sabe, os ônibus do SIT são de propriedade de empresas particulares concessionárias da Prefeitura, e são elas quem decidem quando e quantos novos ônibus serão incorporados às suas frotas. Porque o governo municipal comemora a aquisição de novos ônibus como se fosse um ato do Executivo Municipal?


Justiniano

O vereador Justiniano França agora é da bancada de oposição ao prefeito. Há cerca de um mês criou ele criou na Câmara Municipal a bancada independente, integrada também pelos vereadores Lulinha, Ailton Mô e Sargento Joel. Na quarta-feira passada (16) ele anunciou que passa a fazer parte da bancada de oposição ao prefeito Tarcízio Pimenta. Em seu discurso, ele pediu o apoio dos novos colegas de bancada, Marialvo Barreto, Frei Cal, Roberto Tourinho e Angelo Almeida, recebendo destes a garantia de que será muito bem acolhido na bancada.


Juraci Dórea
A Lei Orgânica da Cultura, elaborada pela Secretaria de Cultura do Estado e que dispõe sobre a Política Estadual de Cultura, foi aprovada por unanimidade na terça-feira passada (22) na Assembléia Legislativa (AL). Na mesma ocasião foram votados os membros do Conselho Estadual de Cultura (Cec). Entre os eleitos está o artista plástico feirense Juraci Dórea.

Pára choque de caminhão
“Falar com a boca cheia é feio. Mas é pior falar com a cabeça vazia” (coletado pela professora Lélia Vitor)

Philosopher
“Um bom jornalista é um sujeito que esvazia totalmente a cabeça para o dono do jornal encher nababescamente a barriga” (Apparício Torelli, o “Barão de Itararé”).

*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*
Por hoje é só que agora eu vou ali observar os corruptos e a corrupão que assola o País

Água de cidade do Peru transforma moradores em gays


 Pronto! Está aberta a corrida ao Peru.
A água da cidade de Huarmey, no interior do Peru, está carregada com estrôncio, um metal que faz mal para a saúde. Mas para o prefeito da localidade, José Benitez, a água com estrôncio pode transformar moradores heterossexuais em gays. “Infelizmente, a água com estrôncio reduz os níveis de hormônios masculinos e, logo, estaremos como em Tabalosos, onde a porcentagem de homossexuais está aumentando”, afirmou ele.
Mas, segundo os cientistas, o estrôncio pode causar câncer ósseo, anemia e complicações cardiovasculares, mas nada de alterações no comportamento sexual.
Há alguns anos, um programa de TV dizia que Tabalosos era a cidade com mais gays do Peru. A localidade fornece água para Huarmey. Seria só coincidência?
Portanto, mais do que nunca não diga que “dessa água jamais beberei”. A não ser que você esteja nas cidades de Tabalosos ou Huarmey, no Peru.

*Com informações do Daily Mail

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Costa dos Coqueiros e Brotascenter fazem promoção de Natal


O Resort Hotel Costa dos Coqueiros firmou parceria com o Shopping Brotascenter para presentear os clientes com três finais de semana no melhor e mais bonito hotel do Litoral Norte da Bahia.

A cada R$ 50,00 em compras nas lojas do Shopping, até o dia 31 de dezembro de 2011, o cliente troca por um cupom no stand localizado no 1º piso, das 9 às 16h, e concorre a sorteios no final da promoção de 03 (três) finais de semana (casal) no Resort Hotel Costa dos Coqueiros, em Imbassaí.

Visite o Brotascenter e confira todas as novidades no variado mix lojas. Conta também com a Praça de Alimentação com restaurantes com comidas de qualidade e com música ao vivo nas sextas das 12h às 14h30. Brotascenter, o melhor lugar para você realizar suas compras de Natal. A luz do Natal vai invadir seus sonhos!

Além disso, você ainda pode ganhar um presentão. Um final de semana na melhor praia do Litoral Norte.
Vai ficar fora dessa?
Final de semana. Hora de relaxar.
Nada como uma boa música para isso.
Acesse o vídeo abaixo e curta esta poesia de Taiguara.
... Era noite de verão,
vi o amor nascer num sorriso seu.
O luar me convidou,
o mar nos temperou e ela me envolveu...

Taiguara - Maria do Futuro

Favela paraíso

E assim, com um passe de mágica, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, sacou sua varinha de condão e pacificou as favelas cariocas, prendendo e expulsando os traficantes e extinguindo o comércio de drogas. E todos viveram felizes para sempre. Entrou por uma porta e saiu pela outra, quem quiser que conte outra.

Ora, me façam uma garapa. Quando eu disse aqui que aquela palhaçada promovida pela polícia da ex-Cidade Maravilhosa, no morro do Alemão, era pra enganar a torcida/eleitorado, quase todo mundo duvidou, não acreditou no que eu disse.

Na oportunidade eu demonstrei que não fazia sentido um exercito de policiais, correndo atrás de bandidos que fugiam como ratos, sem disparar um único tiro. Aliás, dispararam sim, e atingiram um dos bandidos que foi socorrido por um colega. E já que não morreu ninguém e poucos bandidos foram presos, onde foi parar todo mundo? – Perguntava eu.

Outras ações semelhantes foram desenvolvidas e, de uma hora pra outra, sem mais nem menos, as favelas cariocas estão se tornando verdadeiros paraísos, com direito a matéria em edição nacional mostrando até artista estrangeiro indo morar na favela e declarando amar aquele modo de vida.

Como disse Gonzaguinha: “... e a galera ainda aplaude, ainda pede bis/a galera só deseja ser feliz”. Porém, meus caros, a viver feliz com mentiras é melhor chorar com a verdade. Aliás, o consumo de drogas existe porque a maioria das pessoas não consegue suportar a dor de viver e busca refúgio nas ilusões que as drogas oferecem.

Mas a verdade um dia sempre aparece, e quando ela se revela traz muita dor, muito medo. Porém, pelo menos para mim, não é surpresa saber que a pacificação das favelas cariocas teve um preço. Impotente e sem moral para exigir lei e ordem, o governo do Rio de Janeiro fez um acordo com os traficantes: Eles podem continuar vendendo drogas tranquilamente que não serão importunados pela Polícia, conquanto não usem armas, não intimidem nem aterrorizem os moradores das favelas. E estamos combinados assim.

Tal proposta não precisaria ter sido feita nos bastidores sórdidos da política. Há muito que venho dizendo que é a proibição do comércio de drogas a causa da corrupção, da violência e do morticínio dos nossos jovens. Fosse o comércio de drogas um comércio lícito, nada disso estaria acontecendo e o governo teria que gastar bem menos do que gasta no combate às drogas, montando um esquema nacional de recuperação de drogados, através do incremento da educação e dos esportes.

Mas para os políticos nada disso interessa. Eles sequer se perguntam por que os jovens estão se drogando. E mesmo que saibam a resposta, não fazem nada para resolver o problema.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Bahia é o estado campeão de infidelidade

Uma pesquisa divulgada na quarta-feira (23) pelo site de relacionamento Asheleymadison.com revelou que a Bahia é o estado campeão de infidelidade. A descoberta veio depois que o site, que começou a funcionar no Brasil em agosto, passou a realizar o mapeamento do mercado nacional para os casos extraconjugais. Dos 150 mil membros cadastrados em todas as unidades da federação, mais de 10 mil usuários são da Bahia. A liderança baiana é acompanhada de perto por outros três Estados nordestinos: Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará, totalizando 30 mil pessoas cadastradas.

Desse total, quase 90% dos membros nordestinos são homens - nas demais regiões do país, esse índice não passa dos 70%). Apesar disso, o público feminino também apresenta um perfil curioso. Elas são, por exemplo, as que mais se aventuram na hora de trair, optando por massagens eróticas, brincadeiras de olhos vendados e também utilizando uma terceira pessoa.

“Os nordestinos são os amantes mais sensuais do país. Para eles, a infidelidade continua sendo uma forma de apimentar a vida sexual", explica Eduardo Borges, representante da Asheley no Brasil, que está visitando vários estados do Nordeste.

No detalhamento por cidades, Salvador ocupa a quarta colocação, ficando atrás de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Na região Nordeste, entretanto, a capital baiana é pioneira. A cidade também se destaca pelo número de mulheres solteiras cadastradas no site - o índice chega a 46% enquanto que média nacional fica em torno de 25%.

No mês de setembro, um levantamento do Instituto Futura, em parceria com o jornal Correio, traçou o mapa da infidelidade na capital baiana. O principal resultado indica que 42,8% dos moradores de Salvador admitiram ter pulado a cerca. (As informações são do correio)


quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Baiano faz cesta de costas, desbanca norueguês e vai para Guinness Book


O treino insistente da adolescência à fase adulta surtiu efeito. Aos 33 anos, o baiano de Baixa Grande, Rômulo Carvalho Fontoura, conseguiu desbancar o recorde do norueguês Arve Gravdal e entrou para o Guinness Book às 17h do dia 20 de agosto deste ano. O certificado que valida a conquista já foi emitido pela instituição e enviado à Baixa Grande na terça-feira (22).

O baiano precisou acertar uma bola de basquete lançada de costas dentro de uma cesta que estava a 22 metros de distância, maior 3,1m que a marca do norueguês. O cenário da conquista foi a quadra do Módulo Esportista Renan Batista.
Baiano faz cesta de costas, desbanca norueguês e vai para Guinness Book

“Jogo basquete há 19 anos. Repetia intuitivamente os lances após os treinos. Não sabia que tinha uma categoria. Fazia de costas, de frente, em várias posições. Era uma forma de provar que era possível”, diz o recordista. Fontoura atualmente ensina o esporte para dez alunos em uma escolinha improvisada. Além de professor amador, é vereador da cidade, que tem pouco mais de 20 mil habitantes, e gerencia pequenos negócios da família.

Para o feito ser creditado pelo livro dos recordes, como é conhecido o Guinness Book, Fontoura desembolsou R$ 80 para enviar documentos pessoais, relações de testemunhas, data do evento e fotos à Inglaterra.(G 1)

Peixes são flagrados atravessando rodovia inundada

Cena foi filmada no condado de Mason, no estado de Washington. Região é atingida por fortes chuvas.

Salmões foram flagrados atravessando a nado uma rodovia parcialmente inundada no estado americano de Washington na terça-feira (22).
O vídeo (assista) foi feito na estrada Skokomish Valley, no condado de Mason, próximo à cidade de Shelton.(G 1)

 

Peixes são flagrados atravessando rodovia inundada

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Dia do Músico

Comemorado no dia 22 de novembro em homenagem a Santa Cecília, o dia do músico celebra a paixão por fazer música seja ela de forma amadora ou profissional. Haja vista que a profissão de músico não é uma das mais fáceis: mesmo com um excelente currículo, boa aparência, instrumentos e equipamentos de primeira, experiências anteriores, talento e muito suor o “primeiro emprego” (o contrato com uma gravadora) pode algumas vezes nunca surgir. 

E esse é um dos motivos de muitos terem uma outra profissão ou ocupação, para sobreviver, dar uma vida digna às suas famílias, e somente depois de adquirir estabilidade financeira é que partem para dedicação exclusiva à música. Mas, como em toda regra, há exceções. E o músico Zé Trindade é uma delas. Músico por formação, dedica-se a música desde cedo e ainda hoje vive a música e da música.

Hoje, nossa homenagem é para este profissional de gabarito, também professor atuando no Centro de Cultura e Arte (CUCA). No vídeo a seguir, uma pequena mostra do seu trabalho, no grupo Musical Asa Branca, que se dedica a tocar para divertir idosos e fazer festas beneficentes. Pra você, Zé, desejamos sucesso sempre!

Musical Asa Branca

Há vagas para quem sabe trabalhar

Amigos sempre me pedem para levar currículos de familiares para representantes de instituições com os quais tenho algum tipo de relacionamento. E eu, sempre disposto a ajudar, levo. Mas, lá no fundo eu sei que pouco ou nada adianta. Por vários motivos. O mercado até que tem vagas, mas a mão de obra formada não tem qualificação que atenda às expectativas dos empregadores. Isso, pelo menos, é o que me dizem todos que procuro para entregar algum currículo.

Outro fator é que, em diversas áreas, o mercado está saturado. E isso acontece porque proliferou desenfreadamente o número de faculdades e estão a formar aos borbotões profissionais que são jogados semestralmente no mercado. Médicos, advogados e engenheiros estão dando no meio da canela. Aliás, o falecido senador ACM já dizia que médico é igual a sal: ‘branco, barato e se encontra em todo lugar’.

Não há por parte das autoridades e das instituições de ensino o menor controle sobre o tipo de profissional que o mercado está a exigir e o que as faculdades estão a oferecer. Em nível técnico, aqui em Feira de Santana, pelo menos, o SENAI e o Ceteb pesquisam o mercado e, de acordo com a demanda, abrem ou fecham cursos. Isso garante aos alunos destas instituições emprego praticamente garantido ao final do curso.
Com as universidades é diferente. Uma vez implantado o curso, não fecha mais. Todo semestre tem que ter vestibular e todo semestre tem uma turma nova sendo jogada no mercado. E como papai e mamãe querem sempre filhos formados em Medicina, Direito e Engenharia, o desemprego é grande nestas áreas.

Tem mais um fator agravante. Uma vez formado, o jovem não quer sair de perto dos pais e querem permanecer nos grandes centros. Daí que inúmeras Prefeituras estão a oferecer ótimos salários para profissionais da área de Saúde para atender nos PSFs e estão tendo dificuldade para encontrar candidatos. Ninguém quer morar na “roça”. Pobres iludidos. Como mariposas são atraídas pelas luzes da cidade, morrem como moscas, levando uma vida desregrada e sem objetivos. 

Apesar dos sucessivos governos quase ter extinguido os cursos técnicos eles ainda são a tábua de salvação de muitos jovens. O sonho de um curso superior fica para depois que já estiverem atuando no mercado, e ainda assim, quando sentem que podem galgar novos conhecimentos e agregar assim valor ao seu trabalho.
Há também o fator preconceito com relação a algumas profissões, embora sejam tão dignas quanto qualquer outra. Creio que foi por isso que surgiu a piada do menino que queria ser bailarino, mas os pais não deixaram, alegando que era “coisa de gay”. Depois ele quis fazer curso de teatro, mas os pais também disseram que era “coisa de gay”. Já adolescente, ele quis ser estilista, mas para os seus pais, aquilo também era “coisa de gay”. Hoje, ele tem 25 anos, é gay, e não sabe fazer nada.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Fabricante de cigarro quer abrir processo contra lei australiana

A fabricante de cigarros Philip Morris quer processar o governo da Austrália por conta da introdução de uma lei, aprovada nesta segunda-feira pelo Parlamento, que proíbe a impressão da logomarca ou mesmo do nome do cigarro nos maços.

Em vez disso, os pacotes de cigarros deverão trazer, a partir do mês que vem, fotos e mensagens de advertência sobre os efeitos nocivos do cigarro.

A Philip Morris alega que banir sua marca dos maços afetará seus lucros e fará com que o mercado seja inundado por marcas piratas de cigarro. A empresa alega também que a lei australiana fere um tratado bilateral de investimentos.

Em contrapartida, o governo australiano afirmou que a lei "é uma das mais oportunas medidas de saúde pública da história da Austrália". (BBC Brasil)

Nasa cria mais preciso mapa já feito da superfície da Lua

O mapa foi produzido usando informações enviadas pela nave Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO, ou Orbitador de Reconhecimento Lunar, em português), lançada em junho de 2009.

As imagens revelam depressões e elevações em quase toda a Lua. Um pixel no mapa representa uma área praticamente igual a dois campos de futebol.


"Nossa nova visão topográfica da Lua fornece os dados que os cientistas lunares esperavam desde a era das missões Apollo", disse Mark Robinson, cientista-chefe da câmera da LRO.

Com o mapa, segundo Robinson, é possível determinar os graus de inclinação de todos os principais terrenos geológicos da Lua em uma escala de 100 m, além de determinar como a crosta lunar foi deformada, entender melhor a mecânica das crateras geradas por impactos e planejar melhor futuras missões à Lua, tripuladas ou não.

Dois instrumentos foram usados para produzir o mapa: a câmera com lente grande-angular e um altímetro a laser.

A nave LRO foi lançada à órbita lunar carregando seis instrumentos projetados para coletar informações detalhadas sobre o ambiente do satélite natural da Terra. (BBC Brasil)

Ladra esconde casaco na calcinha, mas polícia leva 3 dias para achar

Uma mulher foi flagrada pelas câmeras de segurança de uma loja em Bloomington, no estado de Minnesota (EUA), roubando um casaco de pele de US$ 6.500 e o escondendo por baixo da calcinha, segundo reportagem da emissora de TV "KTLA".
Ladra foi filmada escondendo casaco de US$ 6,5 mil na calcinha. (Foto: Reprodução) 
Ladra foi filmada escondendo casaco de US$ 6,5 mil na calcinha. (Foto: Reprodução)
Stephanie Moreland foi parada por um funcionário na saída da loja. Ela negou o crime e chegou a baixar a saia para mostrar que não havia roubado nada. A polícia chegou a ser chamada, mas não encontrou o casaco. Mesmo assim, Stephanie foi presa.
Apesar de flagrante, peça não foi encontrada no dia do crime. (Foto: Reprodução) 
Apesar de flagrante, peça não foi encontrada no dia do crime. (Foto: Reprodução)
Três dias depois, enquanto era interrogada, a mulher acabou admitindo o roubo e tirou o casaco que estava escondido em sua roupa íntima.
Mulher só retirou casaco do ‘esconderijo’ após três dias na cadeia. (Foto: Reprodução) 
Mulher só retirou casaco do ‘esconderijo’ após três dias na cadeia. (Foto: Reprodução)
Informações do G1

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

MARYZÉLIA E OS COISINHO - PONTO DE IEMANJÁ



Ensino I
Cerca de 70 novas faculdades de medicina foram abertas no País no ano passado. Mas os médicos formados, quando avaliados, deixam transparecer a má qualidade do ensino que receberam. Menos de 50% deles demonstram estar aptos ao exercício da profissão. Alguns não conseguem diagnosticar uma simples inflamação de garganta. Isto é Brasil!

Ensino II
O Índice Geral de Cursos do Ministério da Educação (MEC), teve resultado publicado nesta quinta-feira (17) no Diário Oficial da União. Em todo o Brasil, o número de instituições que não tiveram bom Índice ultrapassa a marca de 680. A Escola de Negócios do Estado da Bahia (Eneb), a Faculdade Nobre (FAN) e a Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (Unef) estão entre as 47 instituições de ensino superior da Bahia reprovadas. Todas as instituições baianas reprovadas obtiveram nota 2, consideradas pelo Ministério como insatisfatórias.

Emendas I
O município de Feira de Santana está sendo contemplado com emendas ao Orçamento da União apresentadas no Congresso Nacional pelo deputado federal José Nunes. A informação é do vereador Lulinha, que apoiou o deputado em Feira de Santana. As emendas alocadas pelo deputado totalizam quase R$ 2 milhões. O que se espera agora é que as emendas sejam aprovadas e as verbas liberadas pelo governo federal para que resultem em benefícios para o município de Feira de Santana.

Emendas II
Só pra lembrar, da ultima vez que um pára-quedista destes colocou emendas de R$ 2 milhões para Feira de Santana, e foi liberada, coisa que os deputados daqui não conseguiam, eu estranhei o fato, porque era toda a verba de subvenção social que ele dispunha, e não fazia sentido ele liberar tudo para Feira de Santana, uma cidade com a qual ele não tinha nenhuma identificação. Depois, deu no que deu. A verba foi liberada para a Santa Casa de Misericórdia, que já estava afundada em dívidas e ninguém sabe onde foi parar tanto dinheiro. Dá ou não para desconfiar de uma esmola tão grande?

Sincretismo
Na coluna “Ponto & Vírgula”, escrita por Humberto Cedraz no jornal Folha do Estado, foi publicado que o deputado Carlos Geilson estava presente a um evento evangélico, contrito em orações, ostentando no braço duas fitinhas de Senhor do Bonfim.

Corrupção
Cerca de 30 cidades brasileiras promoveram a “Passeata Contra a Corrupção”, nascida nas redes sociais e encampada por instituições como Rotary, Maçonaria, associações classistas e comunitárias. Contudo, em todas elas a participação popular ficou aquém do esperado. Por que será? Vale refletir sobre o assunto.



Admirável Mundo Novo
Este é o nome do livro escrito em 1932 pelo britânico Aldous Huxley, onde ele faz a mais aterradora profecia sobre a era em que estamos vivendo agora. Uma civilização escravizada pela máquina e dominada pela tecnologia. Um mundo onde a família foi abolida e não há lugar para sentimentos nem livre arbítrio. Graças a Deus, já cumpri mais da metade do caminho. Tenho pena dos meus filhos e netos.

Marizélia e os Coisinho
Eita que a cidade hoje está cheia de charme. Marizélia e os Coisinho (que Xangai insiste em chamar de Marizete e os Cumpadinho) vai estar hoje a noite na Garage. A menina canta que só, lembra mesmo a imbatível Clara Nunes. Eu soube que ela esteve em Salvador, e arrasou. É isso aí. De Feira para o mundo. 


Cantos da Natureza
Cantos da Natureza é o nome do espetáculo musical protagonizado pelo compositor Augusto Jatobá, com a participação especial de Xangai, que acontece nesta sexta-feira (18), às 20:30, no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca). Com entrada franca, o show promete animar a noite com outras atrações de peso, como o reggaeman Tonho Dionorina e convidados. Estarei lá. Problema de quem não vai.

“Músicas que Marcaram a Minha Vida”
Neste sábado (19), às 20 horas, no Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA), a cantora e compositora Márcia Porto faz show em comemoração à sua trajetória artística. Márcia dedica um CD que leva o mesmo nome do show, gravado especialmente para esta ocasião. O show revela a intimidade da cantora, tendo exclusivamente canções que marcaram sua vida e, ao mesmo tempo, sua trajetória como interprete. Márcia leva para seu show os cantores Carlos Pitta, Tonho Dionorina, Gilsam, Djalma Ferreira, Janno, Céliah Zaiin e Dilma Ferreira como convidados especiais.

Arbitragens
Que o nível das arbitragens neste Campeonato Brasileiro está abaixo da crítica, todo mundo sabe. Mas, desta vez, creio que até o mais fanático torcedor anti Bahia vai concordar comigo. O que aquele juiz safado, gaveteiro, fez no jogo entre Bahia e Internacional, era pra ele sair do campo direto para a cadeia. Ele não só prejudicou o Bahia, mas também a carreira de um jovem e promissor jogador brasileiro, como todo o trabalho de dezenas de pessoas, além de dar mau exemplo para os seus colegas. E agora! Quem vai pagar o prejuízo do Bahia e do Corinthians (dono do jogador)? E outro criminoso, o tal de Bolívar, zagueiro brucutu do Internacional, será punido? Claro que não. Assim que os cartolas da FIFA querem. Recusam-se a usar recursos eletrônicos para tirar dúvidas em lances, justamente para poder continuarem manipulando resultados.

Pára choque de caminhão
“Fala dos ausentes e te direi quem és” (coletado pela professora Lélia Vitor)

Philosopher
“Ó, maravilha!/Que admiráveis criaturas aqui estão!/Como é belo o gênero humano!/Ó admirável mundo novo/que possui gente assim!”. (William Shakespeare – A Tempestade – Ato V).

*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*_*
Por hoje é só que agora eu vou ali visitar o mundo velho que este novo não me agrada em nada. E pode me chamar de dinossauro que eu não tô nem aí. Aliás, eu gosto.

Porque não participo de redes sociais

Caros amigos. De muitos de vocês já recebi mensagens para “adicionar-me” como contato. Recusei todas. Embora eu seja seu amigo, continuo sendo um dinossauro vivendo na era da informática.

Joaquín López Dóriga é um jornalista mexicano, e ele alerta sobre o Facebook, Hi5, Myspace, Sonico, Netlog, etc., e o perigo de seu uso. Uma reportagem do jornal MILÊNIO mostra como os sequestradores têm como fonte de informação direta e confiável os blogs do Facebook e do Hi5.

Entrevistaram uns sequestradores, que dizem que entram na Rede e vêm os rostos, a casa, os carros, as fotos de viagem e sabem o nível social e econômico que têm os utilizadores. Na televisão, um deles declarou que antes investigavam muito para conhecer os candidatos a sequestros, mas que agora, com o Facebook, eles conseguem facilmente as informações, que pomos voluntariamente na Rede. Com isso, não se enganam e não têm que investigar onde vivem, que escola frequentam, para onde viajam, quem são os pais, irmãos e amigos.

Passou-se isto com Alejandro Marti, jovem mexicano morto pelos seus sequestradores, que colocava tudo no Facebook. A família acaba de fechar o seu blog, depois de dar conta da quantidade de informação potencialmente perigosa que o jovem colocava com alegria, sem suspeitar que estivesse ajudando a quem o matou.
Protejam os seus filhos e protejam-se! Não coloquem informação íntima e pessoal na Rede.

A VERDADE SOBRE O 'FACEBOOK'
O Facebook vende a informação dos seus usuários ao maior espião; cito textualmente: 'O que muitos usuários não sabem é que, de acordo com as condições do Contrato que virtualmente assumem, ao clicarem no quadro "Aceito", os usuários autorizam e consentem ao Facebook a propriedade exclusiva e perpétua de todaS as informações e imagens que publicam.

Assim, ressalta o perito, os membros 'automaticamente autorizam ao Facebook o uso vitalício e transferível, junto com os direitos de distribuição, de tudo o que colocam na sua página Web'. Os Termos de Uso reservam ao Facebook o direito a conceder e sub-licenciar todo o "Conteúdo do Usuário" para outros propósitos. Sem o seu consentimento, muitos usuários convertem as suas fotografias em publicidade, tranformando um bem privado em comércio público.

De repente, tudo o que os seus membros publicaram, incluindo as suas fotografias pessoais, as suas tendências políticas, o estado de suas relações afetivas, interesses individuais e até o endereço de suas casas, foi enviado sem autorização expressa a milhares de usuários.

Há de se acreditar em Mr. Melber, quando assegura que muitos empregadores americanos, ao avaliar os currículos, consultam o Facebook para conhecer intimidades dos candidatos. A prova de que uma página no Facebook não é privada, evidenciou-se em um conhecido caso da Universidade John Brown, que expulsou um estudante quando descobriu uma foto que este colocou no Facebook, vestido de travesti.

Outra evidência aconteceu quando um agente do Serviço Secreto visitou, na Universidade de Oklahoma, o estudante do segundo ano Saúl Martínez, por um comentário ofensivo do Presidente.

E, para piorar, o assunto não termina quando os usuários cancelem a sua conta: as suas fotos e informação permanecem, segundo o Facebook, para o caso de quererem reativar a sua conta; o usuário não é retirado nem quando morre.

De acordo com as 'Condições de Uso', os membros não podem obrigar que o Facebook retire os dados e imagens dos seus bancos de dados, já que quando o falecido aceitou o Contrato Virtual, concedeu ao Facebook o direito de mantê-lo ativo sob um status especial de partilha por um período de tempo determinado, para permitir que outros usuários possam publicar e observar comentários sobre o falecido.

Saibam os usuários do Facebook que são participantes indefesos de um cenário que os acadêmicos qualificam como o maior caso de espionagem na História da Humanidade.

Convertem-se, de forma inconsciente, nos precursores do fenômeno 'Big Brother', alusão direta à intromissão abusiva do Estado nos assuntos privados do cidadão comum para controlar o seu comportamento social, tema de dois livros. O do britânico Aldous Huxley, “Admirável Mundo Novo”, escrito em 1932, e “1984”, de George Orwell, escrito em 1949.

N.E. Recomendo ainda a leitura de “A Revolução dos Bichos”, também Orwel, escrito em 1945. A temática é outra, mas ajuda a entender muitas coisas da política.

Ladrão pega 6 anos de cadeia por roubar coleção do Super-Homem

O norte-americano Gerry Armbruster, de 37 anos, foi condenado na terça-feira (15) a seis anos de cadeia em Granite City, no estado de Illinois (EUA), acusado de roubar em agosto itens de uma coleção do personagem Super-Homem que pertencia a Mike Meyer.

Meyer havia se dedicado por décadas para montar sua coleção do "Homem de Aço". Sensibilizadas com sua história, pessoas ao redor do mundo ajudaram Meyers a reconstituir sua coleção com itens que vão desde quadrinhos até objetos autografados. (Do G1)

Jatobá, Xangai, Dionorina e convidados, hoje, no Cuca


Cantos da Natureza é o nome do espetáculo musical protagonizado pelo compositor Augusto Jatobá, com a participação especial de Xangai, que acontece nesta sexta-feira (18), às 20:30, no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca). Com entrada franca, o show promete animar a noite com outras atrações de peso, como o reggaeman Tonho Dionorina e convidados.

Compositor, artista plástico e arquiteto, Augusto Jatobá é baiano, de Campo Formoso. Foi criado em Feira de Santana entre vaqueiros, aboiadores e cantadores da grande feira livre, onde colheu subsídios para a sua arte. Artista plástico premiado desde os 15 anos, mudou-se para Salvador em 1968 para estudar e trabalhar. Neste mesmo ano, cursava Arquitetura na Ufba e trabalhava como criador na Propeg Propaganda, ao lado de Fernando Borba, Walter Queiroz, Lobianco e João Ubaldo Ribeiro. Em 1972, transferiu-se para o Rio de Janeiro, fugindo da repressão política.

Foi no Rio que Jatobá assumiu o lado de poeta e compositor. Em pouco tempo gravava a primeira música, “Buraco Fundo”, com a cantora pernambucana Oneida. Reencontrou os conterrâneos, Antônio Carlos, Jocafi, Walter Queiroz, Nana e Dori Caymmi e vários outros artistas que o incentivaram. Paulo César Pinheiro o convidou para trabalhar na EMI-Odeon, nas produções de livros e discos de Clara Nunes, João Nogueira e Joel do Bandolim.

No convívio com as gravadoras, em aprendizado intenso para a produção de disco, foi que Jatobá resolveu criar a própria gravadora, o Estúdio de Invenções. Logo estava trabalhando o LP “Que é qui tu tem canário” de Xangai. Daí por diante, foram 25 discos produzidos para vários artistas, inclusive os seus. Hoje, com quatro discos próprios, Jatobá tem cerca de 100 músicas gravadas por outros artistas. Elba Ramalho, Elomar, Geraldo Azevedo, Margareth Menezes, Dercio Marques e Xangai são alguns intérpretes que gravaram suas músicas.

Suas mais de 500 composições, sempre com temática voltada para a sociedade, o homem e seus conflitos, tem Xangai como o maior e mais elogiado intérprete. A música “Matança”, de temática ecológica, é a mais conhecida, mais regravada (19 regravações) e a mais gratificante, já que logo virou tema de abertura do programa Adelzon Alves, da Rádio Globo.

Em 1982, teve incursão no Fantástico, da TV Globo, recebeu vários prêmios e homenagens em diversas cidades brasileiras, mas foi no Rio que Jatobá e sua música tiveram maior reconhecimento: o título de Cidadão conferido pela a Alerj, em 2002. Em seguida, a convite do Ministro Paulo Renato, produziu o CD Parâmetros em Ação, num projeto educativo do Governo Fernando Henrique. Colaborou com a ONU durante a Unicated, de 2002, a convite de Rubens Ricupero.

Augusto Jatobá, ao longo desses 30 anos de atividades artístico/culturais, vem trabalhando constantemente, junto à comunidade baiana, residindo no Rio de Janeiro, dando apoio, orientando e conscientizando no sentido de divulgar nossa cultura tão carente.

No momento, Augusto Jatobá está em fase de produção do seu 5º CD, “Água”. O projeto consta de 18 canções que abordam uma temática sobre Rios, Lagos e Mares.

Dá-se um jeitinho

A “Passeata Contra a Corrupção”, realizada na terça-feira passada (15) em diversas cidades do País, ainda foi um movimento tímido, ficou aquém do esperado. Mas, como é um movimento continuado, segundo pregam seus organizadores, ainda pode crescer e dar alguns bons resultados.

Em palestra realizada terça-feira passada (15) na Câmara de Diretores Lojistas (CDL), durante o Seminário “Fé e Política”, o teólogo e assessor das Comunidades Eclesiais de Base no Brasil, padre Edgar Silva Júnior, afirmou que apenas os movimentos GLS têm conseguido levar o povo às ruas brasileiras.

“É lamentável que sindicatos tenham que distribuir apartamentos e carros para atrair o povo trabalhador no primeiro de maio. Centrais sindicais hoje estão a serviço dos partidos. A verdade é que os movimentos GLS são os únicos que estão conseguindo mobilizar”, enfatizou o teólogo.

Na verdade nós somos um povo acomodado e que sempre espera que outras pessoas façam as coisas por nós. De um modo geral, não queremos “nos envolver”. Não queremos assumir nossas responsabilidades nem lutar pelos nossos direitos. Não apenas os políticos, mas também empresários, tiram partido dessa nossa bovina paciência e passam a idéia de que é perda de tempo lutar pelo que é certo, exigir mudança, reclamar contra a roubalheira e a corrupção, porque não vai dar em nada.

Dá sim! Se não desse em nada o povo não teria ido às ruas e deposto o presidente Collor. Também exigimos eleições diretas e elas vieram. Foi o povo nas ruas também quem exigiu das forças armadas uma intervenção no governo do País porque a roubalheira e a corrupção esta em níveis parecidos com os de hoje em dia.

O problema é que, tão logo conseguimos o que queremos, não damos continuidade. Voltamos para casa e damos a tarefa por terminada quando ela apenas vai começar. Quando derrubamos um governo, temos que acompanhar a formação do novo, para evitar que os mesmos incompetentes, corruptos e ladrões que expulsamos, entrem por outras portas.

As pessoas de bem precisam estar no topo, no comando dos principais cargos para não deixar espaço para aventureiros oportunistas. E porque não fazemos isso? Talvez porque nos deixamos envolver pela corrupção. Isso acontece quando pedimos um emprego a políticos, quando pedimos favores e jeitinhos para colocar nossos filhos e parentes em cargos para os quais eles deveriam prestar concurso. Quando pedimos jeitinhos para obter habitações que seriam prioritárias para pessoas sem moradia. Para ter acesso a licitações para as quais não atendemos aos requisitos, mas que nos trarão ganhos fáceis e ilícitos.

Por essas e outras é que não conseguimos nos livrar da corrupção e dos corruptos. A gente sempre prefere o “jeitinho” brasileiro.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Gentileza teria fundamentos genéticos, sugere estudo


Pessoas dotadas de um certo traço genético são mais gentis e carinhosas do que as demais, e esta característica pode ser rapidamente identificada por estranhos, revelou um estudo publicado nos Estados Unidos, na segunda-feira (14). 

Esta variação é relacionada com a ocitocina, gene receptor também conhecido como "hormônio do amor" porque costuma se manifestar nas relações sexuais e incita comportamentos sociais como união e empatia.
Cientistas da Universidade do Estado do Oregon desenvolveram um experimento com 23 casais --cujos traços genéticos eram conhecidos dos pesquisadores, mas não dos observadores--, que foram filmados.
Pediu-se a um dos membros do casal que contasse ao outro sobre um período de sofrimento de sua vida. Os observadores deviam observar o ouvinte por 20 segundos, com o som desligado. 

Na maior parte dos casos, os observadores puderam identificar quais ouvintes tinham o "gene da gentileza" e quais não, revelou a pesquisa, cujos resultados foram publicados na edição da publicação "PNAS".
"Nossas descobertas sugerem que até mesmo a variação genética mais sutil pode ter impacto tangível no comportamento das pessoas, e que estas diferenças comportamentais são rapidamente notadas pelos demais", explicou o principal autor do estudo, Aleksandr Kogan, estudante de pós-doutorado da Universidade de Toronto.

DIFERENÇAS
Nove entre 10 pessoas, consideradas "menos confiáveis" pelos observadores neutros tinham a versão A do gene, enquanto seis entre os 10 considerados os "mais pró-sociais" tinham o genótipo GG.
Os participantes da pesquisa foram testados antecipadamente e identificados como detentores dos genótipos GG, AG ou AA para a sequência de DNA do gene receptor de ocitocina (OXTR).
As pessoas com duas cópias do alelo G foram geralmente consideradas mais empáticas, confiáveis e amorosas. 

As dotadas dos genótipos AG ou AA tenderam a dizer que se sentiam menos confiantes de modo geral e menor sensibilidade parental.  Pesquisas anteriores demonstraram que estes indivíduos também apresentavam um risco mais elevado de desenvolver autismo. 

"Nosso estudo questionou se estas diferenças se manifestam em comportamentos rapidamente detectáveis por estranhos, e demonstrou que são", explicou. 

No entanto, nenhum traço genético pode prever totalmente o comportamento de uma pessoa e é necessário fazer mais pesquisas para descobrir como esta variação afeta a biologia comportamental.

Folha.com

Campanha polêmica da Benetton gera debate sobre 'propaganda de choque'

Uma série de peças publicitárias lançadas nesta quarta-feira pelo grupo italiano Benetton reacendeu o debate sobre os prós e contras das campanhas polêmicas.
As imagens, que mostram beijos entre líderes mundiais como a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês Nicolas Sarkozy, circularam rapidamente em portais de notícias e redes sociais, mas também foram alvo de críticas.
A campanha também foi condenada pelo Vaticano, que qualificou a fotomontagem de um beijo entre o papa Bento 16 e o imã sunita egípcio Ahmed el Tayeb como "uma grave falta de respeito com o papa" e "uma ofensa aos sentimentos dos fiéis".
Horas depois do lançamento, a Igreja Católica ameaçou processar a empresa, que pediu desculpas e retirou a imagem de seu site, onde estava disponível para download.

Outras peças mostram o presidente americano Barack Obama beijando o líder venezuelano Hugo Chávez e o presidente chinês Hu Jintao, um beijo entre o premiê israelense Binyamin Netanyahu e o líder palestino Mahmoud Abbas e outro entre o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Il e o presidente da Coreia do Sul, Lee Myung-bak.

Em todas elas aparece a mensagem "Unhate" ("Não ódio", em tradução livre).
Da BBC Brasil

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Moradores de Alvorada organizam torneio de golf nos buracos das ruas

Os moradores da Rua 25, no Jardim Algarve, em Alvorada, foram acordados na manhã desta terça-feira com um torneio de golf na porta de casa.

- Vem jogar golf no buraco da rua, vizinho - gritava um dos rapazes enquanto outro se preparava para a próxima tacada em direção ao buraco aberto no asfalto da via.

O protesto bem humorado era organizado há dois meses por dois grupos de moradores de Alvorada. Pedaços de madeira foram transformados em tacos de golf, além de bandeiras para sinalizar os buracos da vez, escolhidos entre os muitos da Rua 25.

Batizado de 1º Torneio Amador de Golf de Alvorada, o projeto promete ser levado para outros buracos da cidade.

- A ideia é não pararmos por aqui. Queremos ir a outros bairros para denunciar o descaso - contou o técnico eletrotécnico Silas Borges Mendes, 30 anos, um dos organizadores do torneio.

O secretário de Obras de Alvorada, José Luis Correa, atribui os problemas de pavimentação nas vias as chuvas de junho, julho e agosto. segundo José, pelo menos 40% das ruas foram danificadas pelo mau tempo.

- Já inciamos a recuperação das vias no Algarve e um trecho da Rua 25 já foi asfaltado - explica. (http://zerohora.clicrbs.com.br)